Exposição em Nova York apresenta coleção cubista avaliada em US$ 1 bilhão

Obras doadas pelo colecionador Leonard A. Lauder em abril de 2013 estarão em exibição a partir de 20 de outubro no Metropolitan Museum of Art em Nova York

por Correio Braziliense 16/10/2014 09:27

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
 AFP PHOTO / Timothy A. Clary
Obra de Fernand Léger que faz parte da exposição "Cubismo: a coleção de Leonard A. Lauder" (foto: AFP PHOTO / Timothy A. Clary )
O Metropolitan Museum of Art de Nova York ganhou mais um trunfo para se consolidar como um dos mais importantes museus do mundo. Uma exposição exibirá 81 obras cubistas, avaliadas em cerca de US$ 1 bilhão. Elas foram doadas pelo colecionador de arte Leonard A. Lauder ao centro artístico americano.

A coleção reúne 81 objetos e será apresentada em uma mostra inaugurada no próximo dia 20 de outubro. Os interessados em ver de perto as peças terão até o dia 16 de fevereiro para apreciar os feitos de grandes artistas.

A coleção tem objetos produzidos no período entre 1906 e 1924. Dentre os nomes com obras presentes no acervo doado por Leonard A. Lauder estão Pablo Picasso, Georges Braque, Juan Gris e Fernand Léger. A exposição mostra o desenvolvimento do cubismo nesse período.

Herdeiro de uma grande corporação do setor de comésticos, Lauder afirmou, na coletiva de imprensa em que anunciou a exposição, que o cubismo foi a entrada para o século 20 e tudo o que aconteceu depois em arte. Acrescentou, ainda, que considera o Metropolitan Museum of Art como o mais grandioso museu do mundo.

O anúncio da doação aconteceu em abril de 2013. Lauder justificou a decisão dizendo que é essencial que as obras do movimento sejam vistas e estudadas dentro de um museu. Desde então, o colecionador acrescentou mais três obras ao acervo doado, dentre elas 'Natureza Morta com toalha de mesa xadrez, de Juan Gris.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS