Bruno Mazzeo ironiza o mundo moderno em 'Sexo, drogas e rock'n'roll'

Monólogo entra em cartaz neste fim de semana no Cine Theatro Brasil Vallourec

por Ailton Magioli 10/10/2014 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Paula Kossatz/Divulgação
(foto: Paula Kossatz/Divulgação)
Na temporada de sucesso do monólogo 'Sexo, drogas e rock’n’roll', do norte-americano Eric Bogosian, dirigido pelo argentino Victor Garcia Peralta, Bruno Mazzeo ouviu de tudo a respeito dos seis personagens que interpreta – da identificação imediata, do tipo “sou eu”, até “é o meu chefe”. As reações são muito variadas, revela o filho do humorista Chico Anysio com a atriz Alcione Mazzeo.


'Sexo, drogas e rock’n’roll' faz minitemporada até domingo no Cine Theatro Brasil Vallourec, em BH. Definida pelo ator, roteirista e humorista como “uma comédia ácida”, a peça remete à geração que, na década de 1960, pregava o amor livre, a sociedade alternativa e outras bandeiras, sem ter necessariamente algo a ver com ela.

“Talvez a peça seja uma brincadeira com o clichê desse lema ou com o clichê da loucura, da irresponsabilidade”, avalia Bruno Mazzeo. Ele interpreta um sem-teto, um roqueiro dando entrevista, um jovem louquérrimo, um milionário que faz uso do dinheiro para ser feliz, um empresário louco por poder e um artista que questiona a própria vida.

“A cada nova entrevista, digo uma coisa diferente do espetáculo”, pondera o ator, ao ser solicitado a fazer uma síntese da trama. “Trata-se, na verdade, de uma visão da sociedade que privilegia fama, poder, glamour e dinheiro em detrimento de sentimentos mais profundos”. O texto de Bogosian chegou até ele num momento em que questionava a sua própria postura e a profissão que adotou.

“Continuo me identificando com o texto”, reconhece ele, admitindo que o questionamento faz parte da rotina do artista, independentemente de ter contrato com a TV, como é o seu caso, ou de se dedicar ao teatro amador. Trata-se do primeiro monólogo de Bruno no teatro depois de experiências em comédias como Entre nós, com a qual acredita ter adquirido amplo domínio do gênero.

'Sexo, drogas e rock’n’roll' é comédia ácida, mas com momentos de reflexão. “Já vi gente chorando durante a apresentação”, conta o ator.

Aos 37 anos, Bruno Mazzeo contabiliza oito programas de televisão, cinco filmes, quatro espetáculos de teatro e duas novelas. Na TV, entre seus sucessos como autor e ator estão 'A diarista', 'Sai de baixo' e 'Sob nova direção'. “O ator é o que está mais vivo atualmente”, diz, orgulhoso, contando que está trabalhando muito, escrevendo em casa. Em dezembro, Bruno vai lançar o filme 'Os caras de pau', feito especialmente para o filho João, de 9 anos, depois de o garoto lamentar não poder assistir aos longas do pai porque é criança.

SEXO, DROGAS & ROCK’N’ROLL
Com Bruno Mazzeo. Nesta sexta-feira, às 21h; sábado, às 20h; e domingo, às 19h. Cine Theatro Brasil Vallourec, Praça Sete, Centro, (31) 3201-5211. Ingressos: R$ 80 (plateia 1), R$ 70 (plateia 2/ mezanino) e R$ 50 (plateia 2, valor promocional limitado a 20% da capacidade da casa).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS