Editoras brasileiras querem aumentar exportações na Feira de Frankfurt

Considerado a maior vitrine do mercado editorial, o evento começa nesta quarta-feira

por Vanessa Aquino 08/10/2014 11:02

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação/Facebook
Após ser o grande homenageado em 2013, o Brasil volta mais discreto para 2014. Nesta edição a homenageada será a Finlândia (foto: Divulgação/Facebook)
A Feira do Livro de Frankfurt, na Alemanha, começa nesta quarta-feira (8/10). O evento, que é considerado a maior vitrine do mercado editorial do mundo, homenageará a Finlândia. De acordo com a Câmara Brasileira do Livro (CBL), as editoras brasileiras participam do evento com intuito de aumentar a exportação de obras nacionais.

A presidente da CBL, Karine Prensa, explica que o trabalho de internacionalização do livro ganhou forças nos últimos anos por meio do projeto Brazilian Publishers (BP), apresentado no ano passado quando o Brasil foi o convidado de honra da feira. “As editoras que participam do BP recebem todo o suporte para tornar sua produção exportável. São realizadas atividades durante todo o ano, para garantir a continuidade deste primoroso trabalho, que permite aos editores conhecerem de forma organizada os outros mercados, avaliarem suas posturas comerciais, entenderem como funcionam as legislações, entre tantos outros importantes pontos.”

Negócios

No ano passado, o mercado brasileiro tinha como um dos principais focos de atuação a venda de direitos autorais. De acordos com dados divulgados pela CBL, os negócios gerados em Frankfurt respondem por cerca de 30% do total de vendas anuais do setor. Se for considerado exclusivamente o resultado das reuniões de negócios das editoras participantes do BP nas edições passadas da Feira de Frankfurt, as exportações de conteúdo de direitos autorais somadas às vendas de livros impressos evoluíram de US$ 410 mil em 2012 para US$ 750 mil em 2013, um crescimento de 82%.

As editoras participantes do Brazilian Publishers exportaram em 2013 US$ 2,95 milhões, incluindo a venda de direitos autorais e a exportação de livros físicos (aumento de 11% frente ao montante de US$ 2,65 milhões em 2012).

Participação do Brasil

A participação do Brasil na Feira de Frankfurt deste ano trará iniciativas que buscam incentivar compradores a conhecerem as experiências do país. Com base no conceito “O Brasil que lê o mundo para o mundo ler mais o Brasil”, o estande brasileiro na Feira traz alguns atrativos, como projeções de imagens, cores, palavras em língua portuguesa, que falam de sentimentos universais, que serão traduzidas para vários idiomas.

Além disso, as editoras participantes do estande do Brazilian Publishers – 41 no total – terão destaque e poderão apresentar seus catálogos e realizar negócios, cercadas por painéis com informações e cases que reforçam o Brasil que vai além. “O trabalho que o projeto Brazilian Publishers irá apresentar em Frankfurt demonstra o esforço e o envolvimento das editoras participantes, que entenderam a importância de se construir um propósito sólido rumo à internacionalização da literatura brasileira”, observa Karine Pansa.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS