Dança e cultura afro-brasileirão são temas de evento em BH

Projeto Rede %u2013 Terreiro Contemporâneo de Dança vai até domingo e tem atividades com entrada gratuita. Entradas para espetáculos podem ser trocadas por alimentos

por Estado de Minas 30/09/2014 09:35

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
O dançarino Rui Moreira está entre os participantes (foto: Divulgação)
A cultura afro-brasileira e, sobretudo, a especial coreografia que herdamos dos africanos serão debatidas em evento que começa nesta terça, no Sesc Palladium, em Belo Horizonte. Até sábado, o projeto Rede – Terreiro Contemporâneo de Dança vai mobilizar artistas brasileiros e internacionais em rodas de conversas, oficinas, espetáculos e exibição comentada de filmes.

Entre os participantes do Terreiro Contemporâneo estão o coreógrafo mineiro Rui Moreira, Germaine Acogny (representante da instituição africana Ecoles des Sables), o grupo senegalês Jant-Bi Jigeen, que apresentará o espetáculo 'Afro-Dites', e El Hadji Amadou Niang, embaixador do Senegal no Brasil.

As atividades têm entrada franca. Ingressos para os espetáculos custam R$ 10 ou podem ser trocados por 1kg de alimento. As atividades serão realizadas no Sesc Palladium, Rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro. Informações: (31) 3270-8100.

O que ver

» TERÇA-FEIRA
10h – Abertura. Com Rui Moreira (SeráQuê Cultural), Germaine Acogny e Helmut Vogt (Ecole des Sables) e Guti Fraga (presidente da Funarte).
16h – Exibição do documentário Cassa cassa. Comentários: Germaine e Patrick Acogny. Retirada de senhas a partir das 14h.
19h – Roda de debates sobre gestão, administração de projeto internacional e intercâmbio cultural. Com El Hadji Amadou Niang (embaixador do Senegal no Brasil), Fabiano Carneiro (Funarte), Helmut Vogt (administrador da École des Sables), Hilton Cobra (Fundação Palmares) e Rui Moreira.

» QUARTA-FEIRA
10h – Oficina de dança moderna africana. Com Germaine Acogny.
15h – Debate sobre didáticas e pedagogias para o ensino da dança negra, destinado a professores, bailarinos, estudantes e
pesquisadores. Inscrições: redeterreirooficinas@gmail.com.
20h – Espetáculo Afro-Dites. Com Cia. Jant-Bi Jigeen.

» SEXTA-FEIRA
10h – Debate sobre sonoridades das danças negras. Com Gil Amancio, Ricardo Aleixo, Mamour Bá e Santiago.
16h – Exibição comentada do filme Carmen Luz.
19h – Seminário Construindo Caminhos. Com Helmut Vogt, Rui Moreira, Marianna Muniz e Ana Francisca Ponzio.

» SÁBADO
16h – Sessão comentada do filme Esse amor que nos consome, de Allan Ribeiro. Com Rubens Barbot e Gatto Larsen.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS