Carlos Simões, Hedla Lopes e Kadu Moliterno contracenam em 'Corra que a minha ex-mulher vem aí'

Peça acontece no Teatro Bradesco neste fim de semana

por Carolina Braga 29/08/2014 00:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Genilson Coutinho/Divulgação
(foto: Genilson Coutinho/Divulgação)
Foi uma novela atrás da outra e, por isso, quase 30 anos afastado do teatro. “Optei por não fazer peça junto com novela. O ator vai dormir de madrugada, no dia seguinte tem gravação, tem que viajar muito. Vejo o estresse dos colegas e preferi me dedicar à televisão”, justifica Kadu Moliterno. Se a escolha é essa, o que o traz ao palco do Teatro Bradesco este fim de semana é uma comédia (montada na pausa das escalações na Globo).

Corra que a minha ex-mulher vem aí – Os divorciados tem texto e direção de Carlos Simões. É também dele, entre outras peças, o monólogo Os homens querem casar e as mulheres querem sexo, montada em Minas por Marcelo Ricco. O estilo de comédia é o mesmo. Desta vez, o próprio Simões, Kadu Moliterno e a atriz Hedla Lopes prometem fazer rir com as disputas de casais divorciados. “O personagem é muito bom. O assunto é sério mas tratado com muito humor. É um texto que defende a família, o amor, os filhos, tudo que defendo também”, comenta Kadu.

A peça estreou em Salvador, em maio, e esteve em cartaz em Campinas, São José dos Campos, São Luís e Fortaleza. Embora a trama se passe durante uma blitz da Lei Seca, o tema é separação litigiosa. “Carlos escreveu esse texto a partir de pesquisa feita em São Paulo que diz que são as mulheres que mais entram na Justiça contra os maridos e colocam até os filhos como moeda de troca durante o divórcio. A questão não é nem dinheiro, é orgulho”. Separado há nove anos, Kadu Moliterno reconhece que a experiência contribuiu com a peça. “Colaborei com textos que tinham a ver com a minha separação, com críticas e situações que são muito comuns de serem vividas por casais”.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS