Comédia 'Quem ri por último ri melhor' em cartaz até domingo no Sesiminas

Texto americano foi adaptado para montagem brasileira de Arthur Xexéo com direção de Cininha de Paula

por Estado de Minas 08/08/2014 08:44

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Leo Aversa/divulgação
A sessão de amanhã de 'Quem ri por último ri melhor' será seguida de debate com participação dos artistas (foto: Leo Aversa/divulgação)
'Quem ri por último ri melhor', texto do norte-americano Douglas Carter Beane indicado ao Tony em 2007, chega a Belo Horizonte este fim de semana apresentado pelo Vivo EnCena. A versão brasileira de Arthur Xexéo faz temporada de sexta a domingo, no Teatro Sesiminas. A direção é de Cininha de Paula e a montagem tem no elenco Danielle Winits, Júlio Rocha, Rainer Cadete e Sara Freitas. Depois da sessão de amanhã, haverá um bate-papo da série Encontros Vivo EnCena, com participação dos artistas.

Danielle Winits interpreta Dione, papel que deu o Tony de melhor atriz a Julie White. Famosa agente de atores, ela procura manter em evidência seu pupilo, o astro de cinema Mateus (Júlio Rocha), mas precisa também proteger a imagem do galã, escondendo sua sexualidade. O problema se agrava quando Mateus conhece Alex (Rainer Cadete), um garoto de programa, e os dois se apaixonam. O próprio Alex, contudo, não tem certeza das suas escolhas, pois tem uma namorada, Helena (Sara Freitas). Os sentimentos do rapaz por ela fazem com que ele repense suas escolhas. Assim, uma teia de mentiras, sombras e aparências está prestes a ruir.

Dilemas morais e éticos dão o tom à peça que traduz conflitos da contemporaneidade. O cenário do espetáculo é o Rio de Janeiro e o texto desvenda os bastidores do show business, além de discorrer sobre os meandros e artifícios na busca do sucesso.

Conforme declarou o autor, Arthur Xexéo, em entrevista recente, “a peça expõe comportamentos contemporâneos. Critica esse universo da fama e do sucesso a qualquer preço. Fala de quanto o homem de hoje é capaz de vender seus princípios por qualquer cachê”.

A cenografia traz a assinatura de José Dias; os figurinos são de Sônia Soares; e a trilha sonora de Ricardo Leão.

QUEM RI POR ÚLTIMO RI MELHOR
Baseado no texto de Douglas Carter Beane, com versão brasileira de Arthur Xexéo e direção de Cininha de Paula. Com Danielle Winits, Júlio Rocha, Rainer Cadete e Sara Freitas. Sexta e sábado, às 21h; domingo, às 19h. Teatro Sesiminas, Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, (31) 3241-7181. Ingressos: R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia-entrada).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS