Montagem experimental da Maldita Cia. de Investigação Teatral ocupa o Klauss Vianna

'Maxilar viril' está em cartaz no Oi Futuro Klauss Vianna até 6 de julho

por Carolina Braga 27/06/2014 06:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Fernando Barcellos/Divulgação
'Maxilar viril', com direção de Amaury Borges, é inspirada em texto do Uruguaio Eduardo Galeano (foto: Fernando Barcellos/Divulgação)
Eles já fizeram espetáculo dentro de um bar abandonado. Teve sessão também dentro do antigo Cine Santa Tereza desativado. Agora chegou a vez da Maldita Cia. de Investigação Teatral ocupar um palco convencional. Mas atenção: trata-se de uma ocupação e, portanto, um convite para experimentar o teatro a partir de uma outra perspectiva.


'Maxilar viril' é o espetáculo que dá início à comemoração dos 10 anos do grupo. A montagem está em cartaz no Oi Futuro Klauss Vianna até 6 de julho. Com direção e dramaturgia de Amaury Borges, também no elenco junto com Elba Rocha, Fernando Barcellos e Lenine Martins, a peça é inspirada no texto História do lagarto que tinha o costume de jantar suas mulheres, do uruguaio Eduardo Galeano.

“A partir do conto estruturei o espetáculo como se fosse um velho circo decadente, um circo humano”, conta o diretor. É por isso que estar em um palco convencional, quebrando o que há de tradicional nisso, faz parte da pesquisa. “É uma experiência que a gente quer fazer: que o espectador entre na perspectiva de experimentar as situações”. Em vez de o palco ser um lugar apenas para se ver teatro, a proposta é de participação do público.

“Estamos convidando o espectador para um concerto épico-dramático. Tem uma rádio instalada ao vivo”, continua Borges. A trama se passa em um lugarejo no Peru, em uma tentativa de também aproximar o Brasil da realidade latino-americana. Ao contar a história do acerto de contas de uma mãe e seu filho, a Maldita reencontra temas que são frequentes na trajetória da companhia, como a pesquisa sobre a origem da violência.

Os ensaios para Maxilar viril começaram em janeiro e, segundo Amaury Borges, a montagem foi levantada em tempo recorde. Como o espetáculo envolve muita experimentação no espaço e também na relação do grupo, os atores estão considerando as apresentações como uma etapa do processo, muito mais do que como uma estreia convencional.

 Maxilar Viril
Sexta e sábadp, às 21h, e domingo, às 19h. Oi Futuro Klauss Vianna. Av. Afonso Pena, 4001, Mangabeiras, (31) 3229 2979. R$10 (inteira) e R$5 (meia).

Aula-espetáculo
No dia 2, a sessão de 'Maxilar viril' será uma aula-espetáculo aberta ao público. Os integrantes da Maldita Cia. de Investigação Teatral vão fazer demonstrações práticas. É um convite para artistas, estudantes de artes, produtores culturais e demais interessados em refletir sobre os mecanismos utilizados na ocupação do Klauss Vianna.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS