Prêmio Copasa Sinparc de Artes Cênicas elege 'Prazer' o espetáculo do ano e distribui prêmios em 30 categorias

Montagem do Giramundo para 'Alice no País das Maravilhas' colecionou prêmios entre os infantis

por Bossuet Alvim 27/05/2014 17:49

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Recentemente reinaugurado, o Teatro Francisco Nunes, marco físico na história da dramaturgia em Belo Horizonte, recebeu na noite da última segunda-feira, 26, a cerimônia do Prêmio Copasa Sinparc de Artes Cênicas. Em edição renovada, a premiação celebrou espetáculos e artistas envolvidos na cena da capital mineira, com ênfase nos trabalhos que integraram o FITBH. Ao todo, o Sindicato dos Produtores de Artes Cênicas de Minas Gerais distribuiu honrarias em 30 categorias.

Adriano Bastos/Cia Luna Lunera/Divulgação
Inspirado em fragmento da obra de Clarice Lispector, 'Prazer' foi sucesso de público em BH e abriu a vigésima edição do Festival Internacional de Teatro, no último 6 de maio (foto: Adriano Bastos/Cia Luna Lunera/Divulgação)

A Cia. Luna Lunera recebeu a distinção da categoria Melhor Espetáculo por 'Prazer'. Pela internet, o grupo dedicou a conquista "a cada um dos espectadores que constroem conosco cada apresentação deste espetáculo". O agradecimento também incluiu colaboradores artísticos, a imprensa e apoiadores do projeto.

 

Com estreia nacional em dezembro de 2012 na capital paulista, a peça inspirada em fragmento da obra de Clarice Lispector chegou a BH no último mês de outubro para temporada de três meses no CCBB, na Praça da Liberdade. Recentemente, 'Prazer' foi escolhida para abrir a programação do FIT, no palco do mesmo Francisco Nunes, em 6 de maio.

Tulio Santos/EM/D.A Press
Leitura com bonecos do Giramundo para 'Alice no País das Maravilhas' foi destaque entre infantis (foto: Tulio Santos/EM/D.A Press)

Entre os principais troféus do teatro adulto, o de Texto inédito foi para Jair Raso, por 'Memórias em tempos líquidos'. Silvana Stein venceu o prêmio de Melhor atriz pela performance em 'Discurso de um coração infartado' e Geraldo Peninha faturou o de Melhor ator por 'Horácio'. Kalluh Araújo foi eleito o Melhor diretor com a montagem de 'Toda nudez será castigada'.

 

Já entre os infantis, a versão do Giramundo para 'Alice no País das Maravilhas' colecionou prêmios. O espetáculo venceu nas categorias de Melhor espetáculo, Melhor direção com Marcos Malafaia e Melhor ator para Beto Militani além dos troféus técnicos de Figurino e Criação de luz. A trilha sonora da montagem, assinada por John Ulhôa e Fernanda Takai do Pato Fu, também foi premiada na noite de gala do teatro mineiro. Confira aqui a lista completa dos indicados à primeira edição do Prêmio Copasa Sinparc de Artes Cênicas.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS