Argentino Quino, criador da Mafalda, vence o Príncipe das Astúrias da Comunicação

Condecoração é oferecida a indivíduos ou instituições que tenham produzido contribuições notáveis em áreas como artes e comunicação

por AFP - Agence France-Presse 21/05/2014 10:24

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

AFP PHOTO / ALEJANDRO PAGNI
(foto: AFP PHOTO / ALEJANDRO PAGNI )
O cartunista argentino Joaquín Salvador Lavado Tejón, conhecido como "Quino" e criador da personagem Mafalda, foi anunciado nesta quarta-feira como o vencedor do prêmio Príncipe das Astúrias de Comunicação e Humanidades 2014. Quino estava entre os favoritos, ao lado do jornalista mexicano Jacobo Zabludovsky e do filósofo Emilio Lledó.


O júri destacou que "a obra de Quino tem um enorme valor educativo e foi traduzida para muitos idiomas, o que revela sua dimensão universal. Seus personagens transcendem qualquer geografia, idade e condição social".

"Ao completar o 50º aniversário do nascimento de Mafalda, as lúcidas mensagens de Quino seguem vigentes por terem combinado com sabedoria a simplicidade no traço do desenho com a profundidade de seu pensamento", afirmou o diretor do Instituto Cervantes e presidente do júri, Víctor García de la Concha.

O júri recorda que Mafalda, que teve a primeira tirinha publicada em 29 de setembro de 1964 na revista Primera Plana de Buenos Aires, deu "fama internacional" a Quino e é a "protagonista do trabalho criativo" do artista.

Em 2013, o prêmio Príncipe das Astúrias de Comunicação e Humanidades foi concedido para a fotógrafa americana Annie Leibovitz.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS