Primeira peça de Ionesco ganha leitura dramática da Cia. 5 Cabeças em BH

Memorial Minas Gerais Vale recebe apresentação de 'A cantora careca', que integra os alicerces na corrente do "teatro do absurdo"; sessão única tem entrada franca

por Bossuet Alvim 07/05/2014 17:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Marco Aurélio Prates/Divulgação
Atores da Cia 5 Cabeças em 'Cachorros não sabem blefar': grupo se dedica ao teatro do absurdo (foto: Marco Aurélio Prates/Divulgação)
Primeira peça na carreira do romeno Eugène Ionesco e precursora de obras no chamado "teatro do absurdo", 'A cantora careca' será levada ao Memorial Minas Gerais Vale nesta quinta-feira, 8, pela Cia. 5 Cabeças. O grupo belo-horizontino apresenta a criação em leitura dramática, sob curadoria de Anderson Aníbal, com entrada franca.

 

Escrita por Ionesco em 1950, 'A cantora careca' explora, em tiradas irônicas, a mesquinharia e os hábitos detestáveis que formam o cotidiano de uma família aristocrática. O casal Smith recebe os convidados Sr. e Sra. Martin e o Capitão dos Bombeiros, que também dividem o palco com a empregada, Mary.

 

As conversas entre os personagens derivam, gradualmente, para diálogos desconexos, até transformarem-se em massa de ruídos projetada pelo elenco sobre a plateia. Com fim desenhado para manter a peça em um loop eterno — os anfitriões trocando de lugar com o casal convidado e reiniciam a trama desde a primeira fala — 'A cantora careca' lança o olhar ácido de Ionesco sobre a frieza e o distanciamento que regem a comunicação entre pessoas.

 

Mensalmente

A apresentação da Cia. 5 Cabeças  para 'A cantora careca' integra a programação do projeto Leitura Rara, que abre espaço para a leitura de textos inéditos ou que não conseguiram alcance significativo em passagens por Belo Horizonte. A primeira edição aconteceu em abril, com 'Bodas de sangue' pela Cia. Pierrot. Para os próximos meses, estão previstas as participações de Grace Passô, Grupo Galpão, Zap 18 e Grupo Oficina Multimédia.

 

'A cantora careca'

Leitura dramática da peça de Eugène Ionesco pela Cia. 5 Cabeças. Quinta-feira, 8 de maio, às 19h30.  Memorial Minas Gerais Vale (Praça da Liberdade, esquina com Rua Gonçalves Dias). Entrada franca, sujeito à lotação do espaço. Classificação: livre.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS