Cristóvão Tezza lança romance 'O professor' em Belo Horizonte

Livro conta história de professor universitário relembra toda a sua vida antes de uma homenagem. Autor revela que escreveu rigorosamente uma página por dia na produção da obra

por Carlos Herculano Lopes 05/05/2014 09:27

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Guilherme Pupo/Divulgação
O escritor Cristóvão Tezza lança hoje em BH o romance 'O professor' (foto: Guilherme Pupo/Divulgação)
O romancista Cristóvão Tezza, catarinense de Lages radicado em Curitiba, lança hoje em Belo Horizonte o romance 'O professor'. “O primeiro nome que pensei para o livro foi 'A homenagem', mas à medida que a história foi sendo desenvolvida resolvi mudá-lo. Durante esses quatro anos de dedicação ao romance, escrevi, disciplinadamente, uma página por dia”, conta o autor. Tezza se tornou um dos escritores mais celebrados da literatura brasileira contemporânea em 2007, quando lançou 'O filho eterno', livro que venceu o Jabuti, o Portugal Telecom e o Prêmio São Paulo de Literatura, e que já foi traduzido para 10 idiomas.


Em 'O professor' – o autor jura que não há nada de autobiográfico no romance, mesmo tendo sido professor de linguística na Universidade Federal do Paraná – é contada a história de Heliseu, um homem de 70 anos. Depois de dedicar quase toda sua vida à atividade acadêmica, ele está prestes a receber uma homenagem da universidade na qual trabalhou. Tudo parece indicar que será grande festa, na qual colegas de profissão e alunos estarão presentes.

Poucas horas antes da cerimônia, ainda em casa, enquanto escreve seu discurso de agradecimento, Heliseu é tomado por um turbilhão de memórias, das quais não consegue fugir. É um momento de passar a vida a limpo: lembra-se da infância, dos pais, do seminário onde estudou e da rigidez da sua criação. Voltam também imagens da sua mulher, já morta, e do filho, que se mudou para os Estados Unidos. Além da recordações de uma ex-aluna, que foi sua amante, entre outras lembranças.

Como pano de fundo, dando sustentação à trama, a história recente do Brasil: a ditadura militar, o povo nas ruas se mobilizando pela redemocratização e os eternos problemas econômicos e sociais do país. Mas, em 'O professor', o leitor vai se deparar sobretudo com o encontro de Heliseu consigo mesmo e com seus fantasmas. Uma experiência humana e literária.


O professor
Lançamento do livro de Cristovão Tezza, hoje, às 19h30, na Sala Juvenal Dias, do Palácio das Artes, Av. Afonso Pena, 1.537, Centro. Projeto Sempre um papo, informações: www.sempreumpapo.com.br
e (31) 3261-1501.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS