Microfissuras no 'David' de Michelangelo podem causar danos à obra, diz estudo

Inclinação da obra-prima italiana é a principal responsável pelas fraturas

por Fernanda Machado 02/05/2014 12:17

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Consiglio Nazionale delle Ricerche/Divulgação
Séculos de exposição ao ar livre causaram pequenas rachaduras na escultura, como mostrado na foto (foto: Consiglio Nazionale delle Ricerche/Divulgação)
A existência de pequenas rachaduras nos tornozelos do clássico da Renascença italiana 'David' não é uma novidade. Desde o século 19 já se noticia a existência das fissuras. Agora um grupo de pesquisadores italianos recriaram situações que poderiam levar ao colapso da escultura de Michelangelo.

Cientistas do Conselho Nacional de Pesquisa (CNR, em italiano) e da Universidade de Florença recriaram réplicas de dez centímetros da obra, que tem mais de cinco metros de altura originalmente, e fizeram testes em centrífugas, simulando efeitos da gravidade na obra.

O resultado do estudo, publicado no Jornal de Patrimônio Cultural, mostra que as microfraturas surgiram após quase trezentos anos de exposição da obra em praça pública, a frente do Palazzo Vecchio, em Florença. A inclinação de 5° a qual a obra ficou exposta desde sua criação em 1504 até 1873, quando foi transferida para a Galeria da Academia de Belas Artes de Florença, onde está até hoje.

As conclusões ainda indicam que um eventual terremoto ou até mesmo vibrações por construções pesadas podiam ameaçar a integridade de 'David' e uma possível saída seria a transferência da exposição do movimentado centro de FLorença para uma sala anti-terremoto mais afastada da cidade.

O 'David' surgiu após, em 1501, o governo da cidade decidir dar um destino a um gigantesco bloco de mármore, que havia ficado exposto em público por 25 anos. Para isso vários artistas foram convocados, mas apenas Michelângelo conseguiu começar os trabalhos. A escultura levou três anos para ficar pronta e é considerada um dos principais símbolos do Renascentismo italiano.

A obra faz referência à passagem bíblica em que o pastor de ovelhas Davi enfrenta e mata o gigante Golias.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS