Comédia 'Enfim, nós' conta a experiência de um casal que acaba preso no banheiro

Peça escrita por Bruno Mazzeo e Cláudio Torres Gonzaga está em cartaz durante o fim de semana no Teatro Sesiminas

por Ailton Magioli 21/03/2014 06:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Bruno Veiga/Divulgação
Maria Clara Gueiros e Ricardo Tozzi discutem a relação no Dia dos Namorados, presos no banheiro (foto: Bruno Veiga/Divulgação )
Vivendo junto há algum tempo, de repente, um casal passa por situação sui generis ao se ver confinado em um banheiro. Tema do espetáculo Enfim, nós, que cumpre curta temporada este fim de semana em Belo Horizonte. Atração do Teatro Sesiminas, a comédia romântica escrita a quatro mãos por Bruno Mazzeo e Cláudio Torres Gonzaga chega à cidade com elenco formado por Maria Clara Gueiros e Ricardo Tozzi, depois de protagonizada pelo próprio Bruno Mazzeo e Fernanda Souza, além de Fabíula Nascimento, Regiane Alves, Fernanda Rodrigues e Marcius Melhem, entre outros.


“O texto é muito bem escrito e montado. É uma piada atrás da outra, tudo muito bem encadeadinho”, diz Maria Clara Gueiros, contando que ela e Ricardo Tozzi não tiveram nenhuma dificuldade de fazer o espetáculo. “Ele fala de coisa séria, emocionada e é levinho”, resume a atriz, que, por enquanto, fez apenas um fim de semana da peça, em Paulínia, interior de São Paulo. Belo Horizonte, portanto, será a segunda cidade da nova temporada, que ainda vai passar por Brasília, Maceió, Recife e outras nove cidades.

A trama começa quando Zeca e Fernanda vão passar o primeiro Dia dos Namorados juntos, desde que decidiram dividir o mesmo teto. Um pequeno incidente, no entanto, faz com que eles fiquem presos no banheiro, quando vêm à tona várias questões referentes à vida de casal. Antes de Enfim, nós, Bruno Mazzeo e Claudio Torres Gonzaga haviam se cruzando na TV, onde o filho de Chico Anísio atuava em Chico Total, enquanto o filho de Fernanda Montenegro e Fernando Torres era um dos redatores do humorístico da Rede Globo.

 “Como autor e parceiro, Bruno tem muito bom gosto, ótimas tiradas e boa comunicação com o público”, reconhece Cláudio Torres Gonzaga, salientando que, basicamente, o parceiro tem o olhar conectado com a realidade. Para Maria Clara Gueiros, que conhece Bruno há cerca de 20 anos, eles falam a mesma língua. Diante do confinamento forçado, diz Claudio, resta ao casal conversar um com o outro. “Como anteriormente eles não haviam parado para fazer isto, criou-se situação oportuna para Zeca e Fernanda trazerem à tona a questão do relacionamento, em situação comum vivida também pela plateia, que se identifica com a trama”, afirma o autor.

Para Maria Clara, a situação atípica gera grande discussão sobre a relação dos casais. “E o legal é que tudo é visto com benevolência”, reconhece a atriz, salientando o fato de o espetáculo ter sido escrito por dois comediantes, sem fatalismos. “Tanto que o final é feliz”, antecipa Maria Clara Gueiros. A atriz estreou na carreira fazendo comédia. “A comedia me escolheu”, garante ela, que diz ter descoberto o talento para o gênero ao pisar no palco. Longe de temer o rótulo de comediante, a atriz diz ver a profissão como se fosse uma especialização, característica dos grandes atores. A estreia profissional dela foi em 1987, quando participou da montagem do musical Na cola do sapateado, dirigida por Tânia Nardini.


ENFIM, NÓS

Sábado, às21h, e domingo às 19h. Teatro Sesiminas, Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia. Ingressos: R$80 (inteira) e R$40(meia-entrada). Duração: 70 min. Classificação: 14 anos. Informações:(31) 38893003

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS