Wilma Henriques apresenta comédia no Cine Theatro Brasil

A atriz mineira volta a apresentar peça 'A Dama Desnuda', com apresentações neste fim de semana

por Ailton Magioli 12/12/2013 09:20

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Ricardo SG/Divulgação
(foto: Ricardo SG/Divulgação)
A oportunidade de reviver emoções passadas no espaço que marcou sua história de vida, em espetáculo que narra sua própria trajetória, deixa a primeira-dama do teatro mineiro eufórica. “Fui ao Cine Theatro Brasil ver um filme com meus pais, aos 6 anos, e o espaço já era o que é”, diz, emocionada, Wilma Henriques, de 82 anos, que volta a apresentar a comédia 'A dama desnuda', desta vez no emblemático Cine Theatro Brasil-Vallourec, onde a comédia fará curta temporada no teatro de câmara.

Escrito por Renato Millani e dirigida por Carluty Ferreira, o espetáculo do Grupo Gambiarra conta a história da carreira de uma atriz e vários momentos de sua vida. Prestes a receber um prêmio, ela encontra em uma jovem fã, candidata ao estrelato, o contraponto em momento crucial de vida. Segundo o autor, o insight para escrever o texto foi o filme 'A malvada', do diretor Joseph L. Mankiewicz, com Bette Davis. No desenrolar do trama, no entanto, ele acabou encontrando na trajetória da atriz mineira passagens para contar a história de carreira da personagem, que encenou vários clássicos ('A dama das camélias' e 'A prostituta respeitosa, entre outros'), no decorrer da vida.

“Um teatro novo com o glamour necessário para Wilma viver e contar a própria história”, comemora o diretor Carluty Ferreira, admitindo que o teatro de câmara do Cine Theatro Brasil-Vallourec vai dar novo impulso a 'A dama desnuda', diante da característica intimista do espaço, com seus 200 lugares. “É maior do que a Sala João Ceschiatti, do Palácio das Artes, onde também fiz a peça”, compara a atriz, que guarda lembranças do Cine Brasil, tais como a da leiteria da Avenida Amazonas, cujas louças brancas despertavam sua curiosidade de menina.

'A dama desnuda' estreou com apenas três apresentações no Teatro Alterosa. Posteriormente, faria três semanas na Campanha de Popularização do Teatro e da Dança 2012, prosseguindo para as apresentações do Prêmio Cena Minas, em Juiz de Fora, Itaúna, Confins e Nova Lima. “Agora, o espetáculo está muito melhor. Acrescentei muita coisa a ele”, afirma Wilma Henriques, convocando o público para conferir a sua performance em cena. Depois de gravar um programa de TV no Cine Theatro Brasil-Vallourec, ela volta a conviver com o espaço, cujos piso (tacos de jacarandá) e escadaria (de mármore) jamais fugiram de sua memória. “Assisti a E o vento levou no cinema, além do concerto de Chico Buarque com orquestra sinfônica, sob a regência de Isaac Karabtchevsky”, conclui, orgulhosa, da oportunidade de reviver a própria história.

A DAMA DESNUDA – GRUPO GAMBIARRA
De quinta-feira a sábado, às 20h. Teatro de Câmara do Cine Theatro Brasil-Vallourec, Praça 7, s/nº, Centro, no quarteirão fechado entre as avenidas Afonso Pena e Amazonas e Rua Carijós. Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). A apresentação de domingo será fechada. Informações: (31) 3201-5211.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS