Prédio Verde da Praça da Liberdade recebe o espetáculo 'Antepenúltima estação'

Murilo Rubião é inspiração da peça que narra as inquietações do homem contemporâneo e terá sessões de quinta a domingo com entrada gratuita

por Fernanda Machado 10/12/2013 09:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Paulo Lacerda/divulgação
Formandos do Cefar fazem minitemporada no Prédio Verde da Praça da Liberdade (foto: Paulo Lacerda/divulgação)
Murilo Rubião (1916-1991) está de volta a BH. Considerado precursor do realismo fantástico na literatura brasileira, o escritor inspirou a peça 'Antepenúltima estação', em cartaz de quinta-feira a domingo no Prédio Verde do Centro Cultural Praça da Liberdade. As sessões são realizadas de quinta-feira a domingo, às 20h.

A partir de fragmentos de contos do autor de 'O pirotécnico Zacarias', formandos do curso de teatro do Centro de Formação Artística do Palácio das Artes (Cefar), dirigidos pela professora e atriz Ângela Mourão, convidam o público a repensar sua relação com o outro e com o espaço urbano.

O personagem José Alferes, um funcionário público, conduz a plateia por cenários montados no segundo andar do antigo prédio da Praça da Liberdade.

Ângela Mourão explica que não se trata de mera compilação de contos. A dramaturgia usou elementos da escrita de Rubião para inventar nova trama, movida por profundas inquietações do homem contemporâneo.

ANTEPENÚLTIMA ESTAÇÃO
Com alunos do Cefar. Prédio Verde do Centro Cultural Praça da Liberdade. De quinta-feira a domingo, às 20h. Entrada franca.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS