Luiz Vilela lança a coletânea de contos 'Você verá' em Belo Horizonte

Escritor retrata com estilo direto momentos aparentemente banais da vida de gente comum

por Carlos Herculano Lopes 26/11/2013 07:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Rodrigo Clemente/EM/D.A Press
Romancista e contista, Luiz Vilela leva para suas histórias a dimensão nem sempre percebida da realidade (foto: Rodrigo Clemente/EM/D.A Press)
Em 1967, aos 24 anos, Luiz Vilela sacudiu a literatura brasileira com o lançamento do livro de contos 'Tremor de terra', com o qual venceu o Prêmio Nacional de Ficção. De lá para cá, já publicou cerca de 30 livros, entre coletâneas de contos e romances, ganhou prêmios importantes e foi traduzido para várias línguas.


Nascido em Ituiutaba, no Triângulo Mineiro, onde voltou a viver há alguns anos, depois de ter morado em Belo Horizonte,  São Paulo, Estados Unidos e Espanha, ele lança nesta terça-feira livro de contos, 'Você verá', na Livraria Mineiriana.

Já na primeira história, 'Zoiuda', a solidão de um homem que vive sozinho é preenchida pela presença de uma lagartixa “esbranquiçada, um pouco mais cabeçudinha que o comum”, que todas as noites lhe faz companhia quando volta para casa. Até o dia em que o bichinho sumiu e o homem teve de admitir, mesmo relutando, que sem a presença dela “aquele apartamento ficara um pouco mais vazio”.

No conto seguinte, 'Era aqui', outro homem, deixando-se levar pelas lembranças, mostra à namorada o lugar onde, na sua terra, existia um campinho de futebol no qual ele e os amigos, quando eram meninos, jogavam bola, até o dia em que a prefeitura acabou com tudo.

Num dos melhores contos do livro, 'O Bem', Luiz Vilela, de forma primorosa, fala da estreita relação que aos poucos vai sendo formada entre um homem e um encanador chamado Bem, que um amigo indicou para desentupir o sanitário do seu escritório.

Com estilo enxuto, mas carregado de emoção, as 11 histórias que Luiz Vilela oferece ao leitor em 'Você verá' são para ser lidas sem pressa. Temas corriqueiramente humanos, como a solidão, as lembranças, a vontade de mudar as coisas ou mandar tudo às favas, são recorrentes na obra.

É a vida de gente comum, que nas mãos de um mestre como Vilela acaba ganhando outra dimensão, pela capacidade, já testada em tantos outros livros, de dar grandeza às coisas aparentemente banais.

Você Verá
Lançamento do livro de Luiz Vilela. Terça-feira, a partir das 19h, na Livraria Mineiriana, Rua Paraíba, 1.419, Savassi. Entrada franca. Informações: (31) 3223-8092.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS