Escritores russos boicotam encontro com presidente Vladimir Putin em Moscou

Boris Akunin e Dmitri Bykov anunciaram ausência em reunião com 500 autores e Chefe de Estado

por AFP Fernanda Machado 20/11/2013 20:20

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
AFP PHOTO
Boris Akunin (à dir.) se recusou a participar de reunião com o presidente russo Vladimir Putin (foto: AFP PHOTO)
Dois conhecidos escritores russos não participarão em um grande encontro da comunidade literária com o presidente Vladimir Putin nesta quinta-feira, 21. O boicote funciona como protesto contra a existência de presos políticos, segundo explicou um dos autores, Boris Akunin.

Espera-se que o evento reúna mais de 500 escritores, poetas, tradutores e professores de letras para tratar dos problemas do setor literário russo, segundo comunicado do Kremlin. Akunin, autor fundamentalmente de romances policiais históricos traduzidos no mundo todo e ligado à oposição russa, anunciou em seu blog que boicotará o encontro.

"Enquanto houver presos políticos, não posso ficar perto dele [Putin]", justificou o autor. O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, respondeu que a postura do autor não é construtiva. Dmitri Bykov, outro famoso escritor ligado à oposição, também anunciou sua ausência.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS