Escritor e tradutor Rubens Figueiredo lança romance em BH

Carioca vem a capital para autografar o livro 'Passageiro do fim do dia', no Museu de Artes e Ofícios

por Carlos Herculano Lopes 19/11/2013 08:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
BEL PEDROSA/DIVULGAÇÃO
(foto: BEL PEDROSA/DIVULGAÇÃO)
Aliar a arte da criação ficcional à da tradução não é tarefa fácil. Mas isso parece não assustar o carioca Rubens Figueiredo, que já verteu para o português, diretamente do russo, mais de 11 títulos publicados pela Cosac Naify. A lista começou com 'O assassinato e outras histórias', de Antón Chekhov, passou por Nicolai Gógol, Górki e Ivan Turguêniev, entre outros, até chegar a um dos maiores desafios: o clássico 'Guerra e paz', de Liev Tolstói. Concluída com êxito em 2010, depois de três anos de trabalho, a tradução de Figueiredo, lançada em 2011 em dois volumes, é considerada uma das melhores já realizadas para o português até hoje.

No campo da ficção, ele não deixa por menos. Autor de vários livros, também em 2011, com seu romance mais recente, 'Passageiro do fim do dia' (197 páginas, Companhia das Letras), no qual narra viagem feita por um homem do centro de uma metrópole a um bairro da periferia, faturou dois dos maiores prêmios da literatura brasileira: o Portugal Telecom e o São Paulo de Literatura. O livro tem lançamento nesta terça-feira em BH, no Museu de Artes e Ofícios, no projeto Ofício da Palavra, com a presença do autor.

Vivendo no Rio, onde também dá aulas de português, atualmente Figueiredo está envolvido com novo projeto: traduzir para o português todos os contos de Tólstói, de 1857 a 1910. Conta que já está no meio do trabalho, e o livro também será lançado pela Cosac. “Quanto à ficção, ando meio empacado, dando um tempo. Mas quando tiver outra história boa para contar, começo a escrever novamente”, diz.

Passageiro do fim do dia
Lançamento do romance e bate-papo com o autor Rubens Figueiredo, a partir das 19h30. Museu de Artes e Ofícios, Praça da Estação. Entrada franca. Informações: (31) 3225- 1888.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS