Livro registra o trabalho desenvolvido por frei Cláudio van Balen na Igreja do Carmo

'Artesão de Fé' narra a trajetória do pioneiro em abraçar as teses da Teologia da Libertação. O lançamento é nesta segunda-feira

por Walter Sebastião 21/10/2013 08:15

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Gissélio Machado/Divulgação
Nascido na Holanda, frei Cláudio criou uma forte relação com a capital mineira desde 1967 (foto: Gissélio Machado/Divulgação )
Uma liderança ilustre de Belo Horizonte ganha livro sobre sua vida e obra ao completar 80 anos: frei Cláudio van Balen, da Igreja do Carmo. 'Artesão de fé' (3 editora, 240 páginas, R$ 30) foi organizado por padre Mauro Passos e Cláudio Guerra e tem prefácio escrito por frei Betto. O lançamento será nesta segunda-feira, às 19h, no Clube Recreativo Mineiro. O livro narra a trajetória marcante do religioso, seu pensamento e seus ensinamentos, com entrevista e textos inéditos do frei e depoimentos sobre ele.

Frei Cláudio van Balen nasceu em 26 de setembro de 1933, no Norte da Holanda. É o sexto de uma família de 11 filhos. Aos 17 anos, ele desembarcou no Brasil, sendo ordenado em 1959, em São Paulo, adotando o nome religioso de frei Cláudio. Na década de 1960, foi estudar em Roma, fazendo os cursos de pós-graduação e doutorado em teologia, com forte influência do Concílio Vaticano II. A partir de 1967 já estava em Belo Horizonte, na Igreja do Carmo, onde está até hoje. Foi pioneiro em abraçar as teses da Teologia da Libertação.

Como explica Cláudio Guerra, o livro surgiu a partir da ideia de criar um site, proposta recusada por frei Cláudio sob argumento de falta de tempo e paciência. No entanto, Guerra levou o projeto adiante, e procurou padre Mauro Passos, que topou a empreitada. A publicação é produto de um ano de trabalho que envolveu pesquisas, entrevistas e encontros com frei Cláudio, que aos poucos decidiu colaborar, checando dados e informações. Cláudio Guerra é amigo de frei Cláudio. Juntos escreveram 'Um presente: São Francisco' (Cegrac), sobre o presépio da Igreja do Carmo.

O objetivo dos autores de 'Artesão de fé' é que o livro contribua para divulgação, nas paróquias brasileiras, do trabalho do religioso. Cláudio Guerra, que é engenheiro ambiental, tem publicado também o livro 'Expedição Piracicaba – 300 anos depois'. Mauro Passos é educador e vice-presidente da Comissão de Estudos de História da Igreja na América Latina. O titulo do livro remete a um perfil que, para os autores, é do religioso: homem que trabalha com sabedoria, arte, paciência e amor ao que faz. Para quem não conhece as ideias de frei Cláudio, Guerra recomenda o livro 'Transbordar – Espiritualidade da inserção' (Editora 'O Lutador').

Vida e legado

“Para frei Cláudio, um novo cristianismo é possível”, conta Cláudio Guerra. “A igreja deve parar com ostentação de prédios e basílicas, de luxos, e trabalhar mais as relações humanas, a solidariedade, a compaixão e fraternidade”, explica, lembrando que o frei tem ideias semelhantes às do papa Francisco. Frei Cláudio, lembra o autor de 'Artesão da fé', sempre foi um critico do conservadorismo da Igreja Católica e lamentou a lentidão das mudanças que a levassem a se tornar instituição mais comprometida com o ser humano e o social. “Não foi homem que apenas praticou a fé cristã, mas que pensou muito sobre ela”, continua, acrescentando que frei Cláudio tem 46 livros publicadas.

Ainda de acordo com Guerra, frei Cláudio chegou a Belo Horizonte em tempos de ditadura militar. Além de defender perseguidos pelo regime, fez pregações em suas missas contra a situação política do Brasil. “Atitude de muita coragem, já que, naquele momento, isso significava risco de vida”, ressalta, lembrando-se de processo contra o frei. O legado do religioso, para Guerra, é um exemplo de vida. “São 53 anos de dedicação à fé cristã. Não é blá-blá-blá, mas valorização da comunidade, agregando os paroquianos, inovando na pregação do evangelho, o que ele faz com humor, e com criação de trabalho social,” A ampliação do laboratório médico e criação de escola profissionalizante na Igreja do Carmo são citados por Guerra como exemplos da opção do religioso.

ARTESÃO DE FÉ
Lançamento do livro de Mauro Passos e Cláudio Guerra. Nesta segunda, às 19h. Clube Recreativo Mineiro (Rua Grão Mongol, 197, Sion). O volume custa R$ 30 e a renda será revertida para obras sociais da Igreja do Carmo.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS