Solo de Thiago Amaral encerra mostra da Cia. Hiato, na Funarte

Composto por cinco monólogos, espetáculo tem suas duas últimas apresentações neste fim de semana, em BH

por Carolina Braga 20/09/2013 10:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Lígia Jardim/Divulgação
(foto: Lígia Jardim/Divulgação)
O ator Thiago Amaral, da Cia. Hiato reconhece: tem sido uma surpresa atrás da outra desde que o grupo se pôs a encenar Ficção pelo Brasil. O espetáculo composto por cinco monólogos, todos com direção de Leonardo Moreira, começou como exercício cênico, se tornou um processo transformador na vida dos integrantes e, pouco a pouco, arrebata plateias. Em cartaz na Funarte desde o início do mês, a mostra da Cia. Hiato termina este fim de semana. O solo de Thiago é imperdível.


Assim como as colegas Aline Moreira, Fernanda Stefanski e Maria Amélia Farah – que já passaram por aqui – o ator também partiu de uma vivência para desenvolver o espetáculo. No caso, até a estreia da peça, há seis anos, ele e o pai, Dilson do Amaral, estavam sem se falar. O desentendimento real foi levado para a cena, com a participação de ambos. “É como se a gente tivesse atualizando o olhar sobre o outro”, conta o ator.

Como a proposta era trabalhar a ficção a partir de algo real, Thiago decidiu transformar em dramaturgia a transcrição da briga que levou ao rompimento. Informado de que faria isso, Dilson, questionou o filho se não seria muita exposição. “Aí ele me deu a chave. Pensei: vamos virar essa página, rir da nossa história e compartilhar”, conta Thiago. O ator e dramaturgo usa a figura de um coelho como personagem da história. “Queria ampliar a discussão para não ficar só no meu mundo íntimo. Somos diferentes, sim. Onde está a tolerância e o respeito pelo outro?”, provoca. O resultado é surpreendente.

FICÇÃO

Com Thiago Amaral. Sexta-feira e sábado, às 20h; domingo, às 19h. Rua Januária, 68. Floresta, (31) 3213-3084. R$10 (inteira) e R$ 5 (meia).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS