Grupo Atrás do Pano leva peça para pequena temporada em São Paulo e Rio Grande do Sul

Obra 'Por parte do pai', de Bartolomeu Campos de Queirós, é marcada por memórias familiares

por Eduardo Tristão Girão 13/09/2013 07:05

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Guto Muniz/divulgação
Peça de Bartolomeu Campos de Queirós conta a história de um garoto do interior de Minas Gerais (foto: Guto Muniz/divulgação )
Prestes a completar 32 anos, o grupo de teatro Atrás do Pano parte para a estrada para apresentar seu premiado espetáculo 'Por parte de pai', dirigido por Epaminondas Reis. Adaptação do livro de Bartolomeu Campos de Queirós, a montagem será encenada amanhã em Caxias do Sul (RS), seguindo para Presidente Prudente (SP), com duas sessões na terça-feira, e São Paulo (dias 20 e 24).


“Esse espetáculo narra a história do menino que passa um período de sua infância na casa dos avós. O avô tem o hábito de ficar na janela e escrever o que vê na parede de casa. Mostra-se aqui a admiração dele pelo avô, o encantamento com as palavras. O Bartolomeu é esse menino, dizia-se memorialista, mas ficcional, pois preenchia os vazios com o que não aconteceu”, afirma Paulo Thielmann, ator e diretor artístico do Atrás do Pano.

'Por parte de pai' ganhou o Prêmio Sinparc de melhor espetáculo e foi contemplado pelos prêmios Myriam Muniz de Teatro da Funarte e Cena Minas, da Secretaria de Estado da Cultura. A montagem abriu as comemorações dos 70 anos do Teatro Municipal Manoel Franzen de Lima, em Nova Lima.

A estreia ocorreu no ano passado. O grupo se apresentou em sua sede, em Nova Lima, no Teatro Marília (em BH), no Encontro Sesi de Artes Cênicas (Araxá), no Redemoinho Cultural (Ouro Branco) e no Festival de Teatro de Curitiba.

Uma das sessões mais aguardadas pela companhia marcará a inauguração do Centro Cultural Bartolomeu Campos de Queirós em Papagaios, terra natal do escritor mineiro.


O EDUCADOR


Bartolomeu Campos de Queirós (1944 – 2012) publicou cerca de 60 livros. Passou a infância em Papagaios, na Região Central de Minas Gerais, formou-se em educação e artes. O autor recebeu prêmios importantes e se dedicou com afinco a projetos de formação de leitores. A crítica o considera um dos nomes mais importantes da literatura infantojuvenil do país.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS