Festival Internacional de Linguagem Eletrônica traz arte para aplicativos

Belo Horizonte recebe o evento pela primeira vez. Objetivo é estimular o desenvolvimento estético-tecnológico

por Estado de Minas 11/09/2013 07:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Thales Leite/divulgação
A instalação Starry night, de Petros Vrellis (foto: Thales Leite/divulgação)
Com seus aplicativos, sua mobilidade e jogos “viciantes”, o tablet invadiu as fronteiras da arte. De sexta-feira a 13 de outubro, o Festival Internacional de Linguagem Eletrônica (File) trará a BH quatro instalações e 47 aplicativos criados por 50 artistas, chamando a atenção para o olhar inovador sobre a tecnologia.

O pintor Van Gogh, por exemplo, inspirou a animação interativa que dialoga com o famoso quadro 'Noite estrelada'. Já o aplicativo-instalação Arart dá vida a objetos.

Entre os destaques da programação do File estão as instalações 'Digits', de Andrew Hieronymi (EUA); 'Arart', de Takeshi Mukai, Kei Shiratori e Younghyo Bak (Japão); e 'Starry night', do grego Petros Vrellis. É a primeira vez que a exposição chega a BH.

Organização cultural sem fins lucrativos, o File propõe reflexões sobre questões importantes do contexto eletrônico-digital contemporâneo mundial, buscando conferir enfoque transdisciplinar à complexidade do universo cultural.

A ideia é estimular o desenvolvimento estético-tecnológico de produtos culturais surgidos no contexto de novas linguagens eletrônicas e digitais. Informações: www.file.org.br.

FILE
Linguagens eletrônicas. Instalações e aplicativos

Local: Galeria de Artes Visuais do Oi Futuro
Endereço: Avenida Afonso Pena, 4.001, Mangabeiras
Informações: (31) 3229-3131
Abertura nesta quinta-feira, às 20h. De terça-feira a sábado, das 11h às 21h; domingo, das 11h às 19h. Até 13 de outubro.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS