Museu Van Gogh apresenta quadro do pintor descoberto recentemente

Obra 'Sunset at Montmajour' foi pintada em 1888 e estava guardada há mais de 100 anos

por AFP 09/09/2013 15:03

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
REUTERS/Vincent Van Gogh
Pintado por Van Gogh em 1888, quadro foi comprado por colecionador em 1908 e ficou oculto (foto: REUTERS/Vincent Van Gogh )
O Museu Van Gogh de Amsterdã apresentou nesta segunda-feira, 9, um quadro do pintor holandês descoberto recentemente, depois de permanecer anos esquecido em um sótão norueguês, uma descoberta descrita como uma "experiência que acontece apenas uma vez na vida".

"Sunset at Montmajour" ("Pôr do sol em Montmajour"), um grande óleo de uma paisagem pintada em 1888, foi apresentado entre aplausos pelo diretor do museu, Axel Rueger, como uma "experiência única que nunca havia ocorrido na história do Museu Van Gogh".

O quadro, que representa uma paisagem do sul da França, chegou ao museu procedente de uma coleção privada. Os investigadores trabalharam para autenticar a obra e a compararam com as técnicas do gênio holandês. Também localizaram uma carta escrita por Van Gogh em 4 de julho de 1888 na qual citava o quadro.

Durante anos, o quadro permaneceu no sótão de um colecionador norueguês que, depois de comprá-lo em 1908, pensou que era uma falsificação.

"Esta descoberta é mais ou menos uma experiência que ocorre apenas uma vez na vida", disse o investigador Louis van Tilborgh, que ajudou no processo de autenticação. "Todas as investigações apontam que é um quadro de Van Gogh", completou.

O quadro foi pintado mais ou menos na mesma época que algumas obras mais famosas do pintor holandês, como "Os Girassóis" ou "O Quarto em Arles". "Esta é uma manhã muito, muito especial. Vocês têm diante de todos um diretor muito, muito feliz", afirmou Rueger. "Quando me disseram que estava confirmado que era um Van Gogh autêntico, não conseguia acreditar", completou.

O museu se recusou a divulgar a identidade do colecionador misterioso. "Infelizmente não podemos dizer muito sobre a identidade deste colecionador, pois também temos que proteger sua privacidade", declarou Rueger. "Mas o que posso dizer é que a pintura permaneceu no sótão a maior parte deste tempo".

O Museu Van Gogh reabriu as portas ao público no início de maio com destaque para algunas das melhores obras do pintor holandês. O edifício tem 200 obras, 140 produzidas pelo próprio Van Gogh e as demais por artistas contemporâneos. Entre os quadros em exibição estão "O Quarto em Arles", "Iris", "Os comedores de batatas" e "Campo de trigo com corvos".

O quadro encontrado recentemente será exibido em 24 de setembro ao lado de outros trabalhos de Van Gogh. Com a reabertura, o museu espera atrair aproximadamente 1,2 milhão de visitantes no próximo ano. De acordo com a cidade de Amsterdã, este é um dos 25 museus mais famosos do mundo.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS