Sabrina Abreu lança reportagem sobre jovem que ajudou a mudar a imagem da comunidade do Morro do Alemão

Lançamento do livro da jornalista acontece hoje à noite no Uni-BH

por Carolina Braga 26/08/2013 07:45

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Renato Moura/Divulgação
Rene Silva e Sabrina Abreu mostram como a informação pode mudar a realidade (foto: Renato Moura/Divulgação)

Foi uma reportagem sobre o primeiro ano de pacificação no Complexo do Alemão que levou a jornalista mineira Sabrina Abreu à comunidade carioca. Chegando lá, bastou conhecer o trabalho desenvolvido pelo jovem Rene Silva para saber que uma matéria não seria suficiente para contar as transformações que ele provocava na vizinhança. Desde os 11 anos – hoje tem 19 –ele mantém o jornal 'Voz da Comunidade'. 

Com lançamento marcado para hoje, na Escola de Jornalismo do UNI-BH, o livro 'A voz do Alemão: como Rene Silva e outros jovens ajudaram a mudar a imagem da comunidade' é fruto da parceria entre eles. “Costumo dizer que também vejo o jornalismo como uma licença para fazer sociologia ‘freestyle’”, brinca a autora. A obra caminha por aí.

Ao longo de 182 páginas, Sabrina Abreu narra as ações do 'Voz da Comunidade' ao mesmo tempo em que detalha o modo como a vivência do que é noticiado reverbera em quem está no olho do furacão, não só em Rene, mas também em seu núcleo familiar. Ela acompanha de perto as ações do jornal comunitário, seja na versão on-line, seja nas redes sociais, pelo Twitter e Facebook.

Comportamento

O processo de entrevistas e pesquisa começou em fevereiro de 2012. Pelo menos três fins de semana por mês, Sabrina trocava Belo Horizonte pelo Complexo do Alemão. “Fiz uma observação participante. Tentei conviver ao máximo com todos os envolvidos a ponto de eles não mudarem o comportamento porque eu estava lá”, conta. Além disso, frequentou a Biblioteca Nacional em busca de dados para entender melhor a guerra do tráfico. De certa forma, o conflito é pano de fundo do 'Voz da Comunidade'.

Para Sabrina Abreu, o jornalismo feito por Rene Silva é muito instintivo. “Como mídia comunitária ele quer mudar o que ocorre. Denuncia com objetivo de modificação”, observa. Com esse intento, usa redes sociais e demais aparatos tecnológicos que tem à sua frente. “É uma prova de que o que o pessoal da Mídia Ninja faz é legal, mas não é pioneiro. No Complexo do Alemão já se fazia isso há muito tempo”, constata.

A VOZ DO ALEMÃO

Lançamento do livro de Sabrina Abreu

Nesta segunda-feira, às 19h
Local: no UNI-BH, câmpus Antônio Carlos

Endereço: Rua Diamantina, 567, Lagoinha

Entrada franca.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS