'Luís Antônio - Gabriela' provoca e emociona o público com história real

Espetáculo está em cartaz no sábado, no Grande Teatro do Sesc Palladium. A entrada é franca

por Carolina Braga 23/08/2013 00:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Cláudio Etges/Divulgação
Marcos Felipe lidera o elenco da peça baseada na vida de seu irmão (foto: Cláudio Etges/Divulgação)
Contando com a força de relatos reais e toda a carga ficcional que uma encenação pode acrescentar, a Cia. Mungunzá de Teatro alcançou projeção surpreendente com 'Luís Antônio – Gabriela'. “Fizemos esse espetáculo mais de 300 vezes nos últimos dois anos. A gente só não foi para três estados, entre eles Minas”, comenta o ator Marcos Felipe. A apresentação de amanhã, no encerramento do projeto Palco giratório, no Sesc Palladium, “compensa” o atraso mineiro.

Dirigida por Nelson Baskerville, Luís Antônio – Gabriela estreou em 2011. Logo na primeira temporada foi classificada pela crítica como “documentário cênico”. Isso porque o espetáculo nasceu a partir da história da família do diretor, precisamente, a vida do irmão mais velho, Luís Antônio. Fotos, objetos, cartas, memórias são elementos primordiais para narrar a trajetória do homem que desafiou as regras de uma família conservadora nos anos 1960 ao assumiu sua homossexualidade e sumir. Foi dado como desaparecido por 20 anos até ser descoberto na Espanha, como a travesti Gabriela.

Ousadias “A peça trata da questão humana, das relações. Tem a figura da travesti como estandarte, mas o que vem por trás de tudo isso é a família, pais e filhos. Todas as falas são relatos de pessoas que de fato viveram aquilo. Isso aproxima muito do público”, detalha Marcos, intérprete do protagonista. A partir das informações documentais, o grupo improvisou e assim construiu a dramaturgia. A trama começa no nascimento de Luís Antônio e termina na morte dele, em 2006, em Bilbao, na Espanha. “Embora tenha essa cronologia, não é linear. Vamos entrecortando informações no meio disso”, detalha Marcos.

Dança, artes plásticas e cinema são recursos usados em cena. A música também é executada ao vivo pelos intérpretes. Além de Marcos Felipe, estão no elenco Day Porto, Sandra Modesto, Verônica Gentilin, Virginia Iglesias e Lucas Bêda. “Tem uma encenação muito ousada, tanto pelo visual ou pelo sensorial. Esse bombardeio faz com que o espetáculo emocione muito”, acrescenta Marcos Felipe. Para ele, vale creditar à combinação o fenômeno que o espetáculo se tornou.

Luís Antônio – Gabriela faturou os prêmios Shell 2011 de melhor direção; APCA 2011 de melhor espetáculo; Cooperativa Paulista de Teatro 2011 e Governador do Estado de São Paulo 2011 como melhor espetáculo. “Ao viajar, descobrimos que é um teatro muito popular. É um prato cheio para a classe pensante, mas também para o povo que se diverte com a peça”, conclui o ator.

LUÍS ANTÔNIO-GABRIELA
Data: Sábado, 23, às 21h

Local: Grande Teatro Sesc Palladium (Rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro).

Entrada franca.

Informações: (31) 3279-1500.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS