Contação de histórias e intervenções musicais antecipam Salão do Livro em BH

Evento acontece a partir de sexta-feira, na Serraria Souza Pinto

por Ana Clara Brant 05/08/2013 06:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Fagga/Divulgação
Curadora do salão, Sandra Bittencourt conta que a prévia fez sucesso na edição anterior e será repetida (foto: Fagga/Divulgação)
Oficialmente, o 2º Salão do Livro Infantil e Juvenil de Minas Gerais começa na sexta-feira, na Serraria Souza Pinto, mas desta segunda até quinta-feira, o evento terá uma espécie de prévia. Assim como ocorreu na edição anterior, em 2011, uma parceria entre a Câmara Mineira do Livro (CML) e a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) vai oferecer, a partir das 9h30, atividades como contação de histórias, intervenções poéticas, apresentações musicais e brincadeiras nos carros e nas estações do metrô.

“No primeiro ano, essa ação foi muito bem-sucedida e resolvemos repeti-la. Além da proximidade com a Serraria, há um número muito grande de pessoas transitando por ali. E até pelo fato de ser um evento que mexe um pouco com o trânsito da cidade, já que vêm muitas escolas do interior, até estimula as pessoas a utilizarem o metrô”, ressalta a curadora do Salão Infantil, Sandra Bittencourt.

E não deixa de ser um esquenta para o evento principal, que tem o objetivo de reforçar a importância da literatura infantil e incentivar a formação do hábito de leitura nessa faixa etária. Segundo os organizadores, a programação cultural/literária será voltada para todos os públicos. E trará palestras, oficinas, teatro, cinema, mesas-redondas e lançamentos de livros, entre outras atividades. “Antes de tudo, o salão é um grande festival mineiro que valoriza a produção local e oferece acervo de livros e muitas atividades ocorrendo em torno do livro infantil e juvenil. Mas é sempre importante ressaltar que as vendas não são o principal. Estimular a leitura e o gosto pelos livros é o nosso foco”, frisa o presidente da CML, Zulmar Wernke.

Escolas Um dos destaques também é a parceria com as escolas públicas e particulares, como lembra a vice-presidente da Câmara Mineira do Livro, Heloísa Reis. De acordo com ela, as redes de ensino que se inscreveram têm entrada franca e cerca de 30 mil alunos dos mais variados municípios de Minas devem passar pela Serraria Souza Pinto durante os 10 dias do evento. “Chamou muito a minha atenção como as escolas, sejam estaduais, municipais ou privadas, interessam-se pelo evento. Isso é fundamental para o nosso objetivo de formação de leitores. Estudantes de um grupo de Governador Valadares, por exemplo, virão na sexta-feira, pernoitarão em uma escola em BH e, no dia seguinte, irão embora. É bacana ver iniciativas como essas”, salienta.

Todos os agendamentos de escolas deverão ser feitos pelo site do evento, no link www.salaodolivro. com.br/visitacao-escolar.php.

PROGRAMAÇÃO

» Sexta
9h30 – Cantando, declamando e falando do Salão do Livro, com o grupo Cantarolê – Estações e carros do metrô

» Sábado
9h30 – Narrações de histórias com o grupo Catavento, com as narradoras Neide Fiuza e Míriam Oliveira – Estação Central Trem de Histórias

15h – Narrações de histórias com Daniela Oliveira – Estação Central Trem de Histórias

» Quarta
9h30 – Narrações de histórias com a Cia. Arreleque – Estação Central Trem de Histórias

15h – Grupo Vai e Volta Contando apresenta Retalhos e alegrias – Estação Central Trem de Histórias

» Quinta
15h – Cantando, declamando e falando do Salão do Livro com o Grupo Cantarolê – Estações e carros do metrô

PRÉVIA DO SALÃO DO LIVRO INFANTIL E JUVENIL DE MG
Desta segunda ao dia 8. Estação Central e nos carros do metrô. De segunda a sexta, das 8h30h às 21h; sábados e domingos, das 10h às 21h. Informações: www.salaodolivro.com.br.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS