JK Rowling recebe indenização após vazamento de seu pseudônimo

Autora de 'Harry Potter' doará valor da ação para uma instituição de caridade. Decisão foi tomada após revelação de que ela havia escrito um romance policial sob um nome fictício

por AFP/ Relaxnews 31/07/2013 19:02

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

AFP PHOTO / DAVID CHESKIN / POOL
(foto: AFP PHOTO / DAVID CHESKIN / POOL )

A autora da saga 'Harry Potter', JK Rowling, venceu uma ação e recebeu uma indenização de um escritório de advocacia que revelou que a escritora havia publicado um romance policial sob um pseudônimo, anunciou nesta quarta-feira seu escritório.

JK Rowling decidiu doar o valor total da indenização - cujo montante não foi revelado - para uma instituição de caridade, Soldiers's Charity, que ajuda militares e suas famílias.

A escritora multimilionária apresentou uma queixa contra o escritório Russell de advocacia após a publicação em julho de um artigo no jornal britânico Sunday Times, revelando que ela havia publicado sob um pseudônimo um romance policial chamando 'The cuckoo's calling' ('O chamado do cuco', em tradução livre).

Ela escreveu este livro sob o nome de Robert Galbraith, descrito como um ex-membro das forças armadas que trabalha na Defesa Civil.


Russell reconheceu que um de seus sócios, Chris Gossage, havia revelado o segredo a uma amiga, Judith Callegari, que então passou a informação para o Sunday Times. "JK Rowling ficou chocada e abalada por essa traição", afirmou sua advogada, Jenny Afia, à Alta Corte de Londres.


A escritora também anunciou nesta quarta-feira que doará a renda adquirida com as vendas do livro nos próximos de três anos.
Ela deseja assim agradecer aos soldados que ajudaram em sua pesquisa para o livro. 'The cuckoo's calling' conta a saga de um ex-soldado ferido no Afeganistão que se tornou um detetive particular e investiga o suicídio de um modelo.


"Sempre tive a intenção de doar para a caridade os direitos autorais de Robert Galbraith, mas eu não esperava que o livro aparecesse na lista dos mais vendidos apenas três meses após seu lançamento. Na verdade, eu nunca tinha imaginado que ele poderia estar na lista", declarou a escritora em um comunicado.


Antes da revelação da autoria do livro, que foi elogiado pela crítica, foram vendidos 1.500 cópias em um formato encadernado, o primeiro lançado pela editora. As vendas dispararam desde então.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS