Caxambu recebe artistas circenses do Brasil e do exterior em evento que se propõe a aliar cultura e turismo

Lona para receber 400 pessoas já está montada no calçadão da estância

por Carolina Braga 23/07/2013 06:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

André Fossati/divulgação
O espanhol Tortell Poltrona é uma das atrações do festival de circo realizado em Caxambu (foto: André Fossati/divulgação)
Pelos próximos três anos, Caxambu será a cidade oficial do circo do Brasil. O festival mundial tradicionalmente realizado em Belo Horizonte, com edições em Ouro Preto, Mariana e Pará de Minas, mudou-se para o Circuito das Águas. A chegada oficial da trupe à estância hidromineral será marcada hoje por cortejo com palhaços, malabaristas e acrobatas, além das tradicionais charretes. Até domingo, ficarão em cartaz 18 espetáculos, com entrada franca.

“Esta edição do festival foi pensada para Caxambu. A ideia é ocupar vários espaços com o circo”, frisa a coordenadora Fernanda Vidigal, da Agentz Produções. Isso significa que as atrações foram escolhidas com vista tanto ao público local quanto aos turistas, que costumam lotar o município nas férias. A maior parte das atrações se concentrará no calçadão, onde foi montada lona com capacidade para 400 pessoas, e no Parque das Águas.

No parque, também se apresentarão atrações musicais. A gastronomia local será representada por barraquinhas de restaurantes da cidade. Hoje, às 19h, o Circo Zanni abre a agenda com seu novo espetáculo. Dirigido pelo ator Domingos Montagner, reúne números de malabarismo, acrobacias, equilíbrio no arame e trapézio. Amanhã, a Circo Amarillo, companhia multinacional com artistas do Brasil e da Argentina, dá início às atrações estrangeiras, com 'Clake'.

Até domingo, passarão pelos picadeiros de Caxambu 'Uma supresa para Benedita', do Grupo Trampulim; 'Palhassadamuzikada', com a Turma do Biribinha; e o cortejo da Cia. Carroção Mamulengo do Sol e o Balão. O ponto alto será no fim de semana, com 'Romance parte II', show de Marisa Orth; 'Postclássic', do palhaço espanhol Tortell Poltrona; e 'Os gigantes da montanha', a nova peça do Grupo Galpão.

Edital Criado em Belo Horizonte em 2001, o Festival Mundial de Circo foi pioneiro no país. Depois de 12 edições, garantir a realização do evento na capital foi se tornando cada vez mais complicado por dificuldades de captar patrocínio. A transferência para Caxambu se deu graças a edital lançado pela Secretaria de Estado do Turismo com o objetivo de fomentar a programação artística em municípios com potencial turístico. A realização do evento na cidade sul-mineira está garantida até 2015.

“É um modelo muito interessante. Será a primeira vez, depois de 13 anos, em que poderemos pensar algo a longo prazo. Sei que nos próximos três anos teremos recursos para fazer com que o festival realmente ocupe Caxambu”, afirma Fernanda Vidigal.
Segundo ela, a possibilidade de planejamento certamente impactará positivamente a programação. “Já programamos nomes internacionais para o ano que vem. Esta é uma época de alta na Europa, e os grupos têm a agenda apertada. Se a gente não pode fazer esse planejamento, fica difícil”, conclui.

PROGRAMAÇÃO


» TERÇA-FEIRA


    17h30 – Cortejo de abertura. Saída da Praça 16 de Setembro
    19h – Circo Zanni. Lona armada em frente ao Ginásio Jorge Curi


» QUARTA-FEIRA

    12h – Clake, com Circo Amarillo (Argentina/Brasil). No calçadão
    17h – Uma surpresa para Benedita, com o Grupo Trampulim (Brasil).
Na escadaria da Igreja Santa Isabel
    19h – Circo Zanni. Em frente ao Ginásio Jorge Curi

» QUINTA-FEIRA

    12h – A palhassadamuzikada... Uma sinphonia engrassada, com a Turma do Biribinha. No calçadão
    16h – Uma surpresa para Benedita, com Grupo Trampulim. No Centro Educacional Infantil Santa Tereza
    19h – Circo Zanni. Em frente ao Ginásio Jorge Curi
Informações: www.festivalmundialdecirco.com.br

EM BH

Mesmo depois de se mudar para Caxambu, o Festival Mundial de Circo manterá atividades na capital mineira. De 30 de agosto a 8 de setembro, será realizada residência artística com participantes brasileiros e europeus, além de oficinas e ciclo de palestras. Três espetáculos estão previstos.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS