Medo de avião inspira monólogo escrito por Assis Benevenuto

Espetáculo 'Get out', do Grupo Quatroloscinco %u2013 Teatro do Comum, entra em cartaz no Galpão 3 da Funarte

por Ana Clara Brant 05/07/2013 06:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Marcos Coletta/Divulgação
(foto: Marcos Coletta/Divulgação)
A expressão inglesa get out tem vários significados: sair, cair fora, sumir. O termo foi escolhido pelo ator e diretor Assis Benevenuto para batizar a nova produção do Grupo Quatroloscinco – Teatro do Comum, que estreia sexta-feira à noite, na Funarte MG.


“Ao longo do espetáculo, o público vai perceber os vários sentidos que essa expressão vai ganhando. Por si só, ela é muito exclamativa e expressiva. Tem tudo a ver com o que estamos propondo”, explica Assis. Além de atuar, ele escreveu e dirigiu a peça – que promete ser o primeiro de uma série de monólogos da trupe mineira.

'Get out' é o terceiro espetáculo de repertório do Quatroloscinco e a sexta criação cênica do grupo. Em 2012, Assis Benevenuto apresentou o texto inédito no evento Janela de dramaturgia, durante o festival Verão Arte Contemporânea. “Temos o projeto de cada um dos integrantes criar um monólogo. Estou estreando a iniciativa. É um grande passo estar em cena sozinho interpretando o que escrevi, assinando as ideias e a direção. Não deixa de ser um grande desafio ficar só no palco e dividir essa experiência com o público. Tudo depende de mim”, observa.

'Get out' conta a história de um homem que não consegue embarcar por causa do medo de avião. Para provar que seu pânico tem fundamento, ele encena diversas situações e histórias. O monólogo também critica imagens que ditam nossos pensamentos em sociedade. Assis revela que o medo de avião foi só o “gancho” para revelar algo bem mais profundo: a capacidade – e a necessidade – de nos envolvermos em uma ficção com imagens criadas pelos outros e por nós mesmos.

Marcos Coletta/Divulgação
(foto: Marcos Coletta/Divulgação)
CONVENÇÕES
“A construção desse texto se deu ao contrário. Já pretendia abordar a temática de uma imagem que diz várias coisas e tem vários sentidos, o fato de a gente acreditar nas coisas por convenção. Socialmente analisando, isso é importante, mas também é necessário rever as convenções”, explica o diretor.

Para que a o tema não soasse como “teatro cabeça”, Assis usou um comportamento corriqueiro, como o medo de viajar de avião, para se aproximar do público. “Não é nada autobiográfico. Todo mundo, mesmo que não tenha medo, fica mexido quando há um desastre aéreo. A partir disso, meu personagem vai tentar provar que pode acreditar nele mesmo. Tudo depende de como você vê as coisas”, filosofa Assis.

Depois de temporada na Funarte MG até dia 14, a peça deve seguir carreira em festivais. Em novembro, o Quatroloscinco estreia espetáculo batizado provisoriamente de Humor.

GET OUT
Com Grupo Quatroloscinco – Teatro do Comum. Galpão 3 da Funarte MG, Rua Januária, 68, Floresta. Hoje e amanhã, às 20h; domingo, às 19h. Ingresso: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Classificação indicativa: 12 anos. Informações: (31) 3213-3084. Em cartaz de sexta-feira a domingo, até dia 14.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS