'Pequeno dicionário amoroso' explora humor em situações de amor e desprezo

Peça dirigida por Jorge Fernando consegue escapar de lugar-comum na abordagem

por Carolina Braga 14/06/2013 00:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Márcio Nunes/divulgação
Rafael Zulu, Eri Johnson, Juliana Knust e Camila Rodrigues formam o elenco dirigido pelo experiente Jorge Fernando (foto: Márcio Nunes/divulgação)
A história não é novidade no cinema, na literatura, nem no teatro. Mesmo assim, o diretor Jorge Fernando não se cansa de levar a trama de 'Pequeno dicionário amoroso' para os palcos. Estreia hoje no Teatro Sesiminas a terceira montagem assinada por ele, baseada no longa-metragem de Sandra Werneck com roteiro de José Roberto Torero e Paulo Halm. “É uma peça delicada, porque fala da gente”, resume o diretor.


“Ao longo da montagem, falamos de uma maneira muito engraçada sobre o que é o amor, a paixão e também o que é o desprezo”, adianta o ator Eri Johnson, escalado pela segunda vez por Jorge Fernando para viver o personagem Gabriel. A primeira vez foi há 20 anos. Desta vez, os companheiros de cena são Juliana Knust, Camila Rodrigues e Rafael Zulu.

Jorge Fernando conta que fez pequenas mudanças na dinâmica do espetáculo. Uma das novidades é uma cena de plateia, especialmente escrita para Eri. “Faço entrevista com as pessoas falando de amor”, detalha. A peça gira em torno do relacionamento de Gabriel e Luiza. Ele, um homem de 40 anos, aposta na jovem o desejo de viver um grande amor. Mas assim como no filme, à medida que o fogo da paixão vai se transformando em fumaça, o casamento se torna desconfortável.

Com cenário simples, manipulado pelos próprios atores, 'Pequeno dicionário amoroso' é todo costurado pela trilha sonora. Inclusive, uma das cenas preferidas de Eri Johnson é o momento em que a plateia é convidada a participar de uma festa com o casal.

Depois de cinco anos circulando o Brasil com o show de humor, 'Eri pinta Johnson borda', 'Pequeno dicionário amoroso' marca a volta do ator à contracena no teatro. “Toca muito a generosidade, você não joga mais sozinho. Em toda peça de teatro tem que haver um equilíbrio. Jorge Fernando está conseguindo fazer isso”, comenta. Eri chama pra si a escolha de Belo Horizonte para a estreia nacional do espetáculo. “É que tenho um público muito grande aí, sinto-me em casa. BH é tipo o meu quintal”, diz.

PEQUENO DICIONÁRIO AMOROSO

Direção de Jorge Fernando. Com Eri Johnson, Juliana Knust, Camila Rodrigues e Rafael Zulu. Sexta-feira e sábado, às 21h; domingo, às 20h. Teatro Sesiminas, Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, (31) 3241-7181. Ingressos: R$ 70 (inteira, hoje e domingo), R$ 35 (meia, hoje e domingo); R$ 80 (inteira, amanhã) e R$ 40 (meia, amanhã).

SAIBA MAIS

No cinema

'Pequeno dicionário amoroso', filme de Sandra Werneck, estreou em 1997 com Andréa Beltrão e Daniel Dantas como o casal protagonista. Quando foi lançado, levou mais de 30 mil pessoas aos cinemas. Ganhou, entre outros, o Prêmio Lente de Cristal do Público, no Festival do Cinema Brasileiro de Miami (EUA); e o Prêmio da Crítica, no Festival de Filmes Românticos de Verona (Itália).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS