Crucifixo doado ao Louvre pode ser obra de Michelangelo

Instituição francesa ainda debate origem de escultura renascentista

por AFP 13/06/2013 20:27

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
GUILLAUME BAPTISTE/AFP PHOTO
Curadoria do museu parisiense debate autoria de peça sacra (foto: GUILLAUME BAPTISTE/AFP PHOTO)
O colecionador canadense Peter Silverman doou ao museu do Louvre, em Paris, um belo crucifixo do Renascimento italiano, considerando que poderia ter sido esculpido por Michelangelo, anunciou nesta quinta-feira o museu à AFP. A escultura em madeira de 44 centímetros é "notável pela delicadeza dos detalhes anatômicos do corpo de Cristo, particularmente visível no tratamento do torso", ressaltou o museu. Este é, provavelmente, um crucifixo de devoção privada.

Após testes de laboratório e a consulta de cinco especialistas, o Louvre concordou que essa escultura, "obra de um artista florentino de grande talento criada por volta de 1500", entrará em suas coleções, embora reconheça que a sua origem ainda "é debatida".

"Todos os especialistas disseram que era uma obra de grande qualidade. Alguns veem a mão de Michelangelo, mas outros não", explicou Marc Bormand, curador-chefe do Departamento de Escultura do Louvre. "Minha opinião é que é impossível saber com certeza. Michelangelo é uma possibilidade, mas há outros", acrescentou Bormand.

O Departamento de Escultura do Louvre apresentará a obra como sendo de um "artista florentino por volta de 1500". Após uma leve restauração, o Cristo na cruz passará a integrar dentro de alguns meses a Galeria Michelangelo, onde estão expostas esculturas desse período.

O Louvre, que não possuí uma obra comparável, "saúda a sua entrada nas coleções nacionais e expressa sua gratidão a Peter Silverman e a sua esposa Kathleen Onorato por sua grande generosidade".

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS