Obra de "Picasso oriental" é vendida por mais de US$ 10,4 milhões

Série de telas do chinês Zhang Daqian foi a leilão na segunda-feira, em Hong Kong

por AFP - Agence France-Presse 29/05/2013 16:27

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
PHILIPPE LOPEZ / AFP
Série de quadros de Daqian foram a leilão pela Christie's na segunda-feira, 27, em Hong Kong (foto: PHILIPPE LOPEZ / AFP)
Uma pintura do chinês Zhang Daqian, chamado de “Picasso do Oriente”, foi vendida por mais de US$ 10  milhões (R$ 20 milhões, aproximadamente) em um leilão organizado pela Christie's em Hong Kong.

A série de quatro telas intituladas 'Lótus' foi vendida por 80,5 milhões de dólares de Hong Kong (cerca de U$ 10,4 milhões) em um leilão de pinturas chinesas modernas. O valor superou as expectativas.

Segundo a casa de leilões Christie's, a obra foi feita em 1947. Cada tela mede mais de 1,5 metro e representa diversas flores de lótus feitas com nanquim.

Em leilão realizado na segunda-feira, 27, pela casa Sotheby's, 24 obras de Zhang foram arrematadas por 330 milhões de dólares de Hong Kong, quase 90% a mais do que o esperado.

Desde 2011 Zhang tornou-se o artista número um das listas de artistas mais procurados em leilões, destronando Pablo Picasso, que até então ocupava o primeiro lugar e hoje está na quarta posição. Depois de Zhang, outro chinês ocupa o topo da lista: Qi Baishi. No terceiro lugar está o mestre da pop-art Andy Warhol.

Seguidor das tradições da pintura chinesa, Zhang obteve um lucro acumulado de U$554,53 milhões em 2011, com 1.371 lotes vendidos.

Hong Kong é um dos maiores centros mundiais para leilões de obra de arte e de vinho graças à nova classe alta chinesa, apreciadora de artigos de luxo.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS