'Acorda amor!', monólogo com Florência Santángelo, transporta conto de fadas para os dias de hoje

Espetáculo entra em cartaz na Funarte, nesta sexta, sábado e domingo

por Carolina Braga 10/05/2013 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Guto Muniz/Divulgação
(foto: Guto Muniz/Divulgação)
Começou como exercício de interpretação. Mas, 'Acorda, amor!', espetáculo em cartaz até domingo no Galpão 3 da Funarte, foi além disso. É também fruto de pesquisa dramatúrgica feita a partir de um dos contos de fadas mais clássicos: 'A bela adormecida'. Sob a direção de Marcos Camelo, a atriz Florência Santángelo usa a bagagem que tem como palhaça para contar uma história que muita gente conhece, só que de maneira pouco usual.


A pesquisa da atriz é baseada no método do carioca Julio Adrião do solo narrativo. Sozinha em cena, ela partirá de determinados fatos presentes no conto para falar do homem de hoje. “Descobrimos que mais do que 'A bela adormecida', contamos uma despedida, um nascimento, um casamento, o medo de uma mãe, o primeiro beijo de alguém. E fazemos isso a partir de coisas que são muito ligadas aos seres humanos”, ressalta a atriz.


'Acorda, amor!' tem 50 minutos. A primeira versão da peça foi apresentada na edição 2012 do Festival de Cenas Curtas do Galpão Cine Horto. Desde aquela época, já era nítido que a proposta era mesmo a pesquisa focada na arte do ator. São poucos elementos em cena. A própria Florência Santángelo toca um acordeom e canta. Segundo ela, a música também faz parte da dramaturgia da peça.

ACORDA, AMOR!
Sexta e sábado, às 21h, domingo, às 19h. Funarte, Rua Januária, 68, Floresta, (31) 3213-3084. Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS