Autor de 'Gomorra', Roberto Saviano lança 'ZeroZeroZero', livro sobre o tráfico de cocaína na América Latina

Jornalista e escritor italiano revela segredos do império do narcotráfico na Colômbia e no México

por AFP 02/04/2013 19:42

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
AFP PHOTO / GIUSEPPE CACACE
Saviano conquistou prêmios e crítica ao escrever detalhes sobre a máfia italiana em 'Gomorra' (foto: AFP PHOTO / GIUSEPPE CACACE )
O escritor e jornalista italiano Roberto Saviano lança na sexta-feira, 5, um novo livro-ensaio sobre os segredos do império da cocaína na América Latina 'ZeroZeroZero', que tem potencial para virar um fenômeno editorial mundial, como aconteceu com 'Gomorra' em 2006, e no qual relata com detalhes o acordo nos anos 1980 entre os líderes do narcotráfico da Colômbia e do México.

Saviano, que vive sob proteção permanente desde que lançou há sete anos o livre sobre a máfia napolitana, retorna com seu estilo eficaz, entre a literatura e a investigação, para descrever os mecanismos perversos e milionários do tráfico internacional de cocaína, o novo ouro do mundo.

"Não voltarão a ver o mundo com os mesmos olhos", afirma o subtítulo do livro, que narra os segredos de um dos negócios ilícitos mais lucrativos do planeta.

"Não existe nenhum mercado no mundo que seja tão produtivo e tão rápido como o da cocaína. Não existe um investimento financeiro no mundo mais lucrativo que a cocaína. Nem sequer os valores recordes que alcançaram as ações na Bolsa podem se comparar com os juros proporcionados pela cocaína", escreve Saviano, em um capítulo antecipado pelo jornal italiano La Repubblica.

Como 'Gomorra', um best-seller que foi traduzido para vários idiomas e que foi lançado no Brasil, 'ZeroZeroZero', publicado pela editora Feltrinelli, analisa o impacto na economia mundial do tráfico de drogas.

"A cocaína é a gasolina do corpo. Eleva a vida ao cubo. Antes de destruir a vida, de consumi-la. A vitalidade que parece ter sido presenteada, você pagará com juros de usura", afirma Saviano em um vídeo de apresentação on-line.

Pacto entre traficantes
O escritor e jornalista, de 33 anos, que estudou Filosofia Moderna na Universidade de Nápoles Federico II, colaborador do jornal La Repubblica e da revista L'Espresso, assim como de publicações internacionais, como o New York Times e a alemã Der Spiegel, apresenta desde 2010, ao lado de Fabio Fazio, o programa de televisão 'Vieni via con me', sobre o qual também publicou um livro ('A máquina da lama' no Brasil).

O segundo capítulo do novo livro, de 450 páginas, que pode ser lido no site da revista L'Epresso, conta o acordo da década de 80 entre os mafiosos colombianos, liderados pelo temido Pablo Escobar, conhecido como "El Mágico", e o mexicano Félix Gallardo, "El Padrino".

"Depois de um tempo, 'El Padrino' entendeu que o dinheiro que o pagavam desvalorizava e que a cocaína era mais conveniente: distribui-la no mercado americano era o grande golpe", escreve Saviano.

"El Padrino sabia que é preciso pagar tudo. Pagar sempre, assim sua fortuna é concebida como a fortuna de todos", completa o escritor, que parece inspirar-se parcialmente em um dos romances de maior sucesso sobre o tema: 'The power of the dog', do americano Don Winslow, no qual ele retrata a guerra contra as drogas.

"A guerra entre os cartéis começou no início dos anos 90 para dominar o mercado das drogas, um mercado que apenas no México representa hoje entre 25 e 50 bilhões de dólares e que está corroendo as bases da América Latina", escreveu no capítulo com título 'Big bang', quando "nasceu o mundo contemporâneo e os fluxos financeiros imediatos".

Na quinta-feira, Saviano apresentará o livro na televisão do jornal La Repubblica, com a participação, entre outros, do recém-eleito presidente do Senado, Pietro Grasso, um renomado ex-juiz antimáfia.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS