Especialista identifica modelo do quadro 'A origem do mundo'

Obra de Gustave Coubert pode retratar a modelo irlandesa Joanna Hiffernan

por AFP - Agence France-Presse 08/02/2013 11:02

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pascal Guyot/AFP Photo
A modelo do quadro 'A Origem do Mundo', de Gustave Courbet, já tem um rosto (foto: Pascal Guyot/AFP Photo)
A modelo do quadro "A origem do mundo", de Gustave Courbet, já tem um rosto, de acordo com o especialista em pintura Fernier Jean-Jacques, que afirma ter identificado uma tela retratando o rosto da mulher cuja genitália foi pintada pelo artista francês em 1865. Há um século e meio, Courbet escandalizou a sociedade com este quadro realista, que alguns consideram o mais ousado da história da pintura. Agora, a revista semanal Paris-Match, colocada à venda na quinta-feira, 7, apresenta uma investigação sobre "o segredo da mulher escondida", acompanhada pela ilustração da tela em que Fernier identifica a alegada modelo de Courbet. A informação foi desacreditada por especialistas de Courbet, que dizem não acreditar nas alegações de Fernier. A revista conta que em janeiro de 2010, um amante da arte, que se identificou apenas como "John", comprou por 1.400 euros em um antiquário parisiense uma tela (33 cm por 41 cm) não assinada, representando o rosto de uma morena, que parecia totalmente abandonada ao prazer. O colecionador, que deseja permanecer anônimo, fez perguntas e consultou peritos, convencido de que a cabeça da mulher descansando em sua tela era a modelo de 'A origem do mundo'. "John" chegou a Jean-Jacques Fernier, autor de 'Catálogo raisonné' da obra de Courbet, que submeteu a pintura a uma análise em um laboratório especializado. Fernier, que inicialmente expressou relutância, parece convencido de que a vagina pintada por Courbet e o rosto da tela comprada por "John" representam dois lados do mesmo quadro. Fernier acredita que a mulher é Joanna Hiffernan, a modelo irlandesa de James Whistler. De acordo com a Paris-Match, a tela comprada por 1.400 euros agora poderia valer até 40 milhões de euros, graças à sua investigação. O parisiense Musée d'Orsay, que possui em suas coleções 'A origem do mundo', se recusou a comentar esta informação.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS