Retrato de amante de Modigliani é vendido por R$ 132 milhões

'Jeanne Hebuterne (de chapéu)' foi elaborado pelo artista italiano um ano antes de sua morte

por AFP - Agence France-Presse 07/02/2013 14:58

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
REUTERS/Suzanne Plunkett
Pintura do italiano foi leiloada na quarta-feira, 6/2 (foto: REUTERS/Suzanne Plunkett)
Um elegante retrato pintado por Amedeo Modigliani de sua amante Jeanne Hebuterne foi vendido na quarta-feira, 6, no ponto alto do leilão organizado pela casa Christie's de Londres, atingindo o valor de 26,9 milhões de libras (132 milhões de reais, aproximadamente). 'Jeanne Hebuterne (de chapéu)', elaborado pelo artista italiano um ano antes de sua morte, em 1920 aos 35 anos de idade, superou com folga o seu valor estimado de 22 milhões de libras nesta sessão dedicada à arte impressionista e moderna. O quadro mostra a jovem francesa, que era sua musa e amante desde 1917, com um chapéu. Ele fez parte da primeira retrospectiva organizada na Itália do artista italiano, durante a Bienal de Veneza de 1922. Uma porta-voz da Christie's não indicou em um primeiro momento quem havia adquirido esta obra, que desde 2006 pertencia a um grande colecionador de Nova York, que a tinha obtido por 16,3 milhões de libras (cerca de 30 milhões de dólares ao câmbio da época) em um leilão organizado nessa cidade. Como morreu jovem e produziu pouco, a obra de Modigliani (1884-1920) não é tão frequente em leilões, mas suas vendas geram grande expectativa. Em novembro de 2010, seu quadro A bela romana (1917) estabeleceu um recorde para o artista ao ser vendido por 68,9 milhões de dólares em um leilão organizado pela Sotheby's em Nova York.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS