Programa de incentivo ao teatro da Petrobras prorroga inscrição até 15 de janeiro

por Agência Brasil 29/12/2012 19:42

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Rio de Janeiro - O Programa Petrobras Distribuidora de Cultura decidiu estender até o próximo dia 15 de janeiro as inscrições para o edital 2013/2014 em função das festividades de final de ano e atendendo pedido dos interessados. Considerado o maior edital para a circulação de peças teatrais não inéditas no país, ele prevê investimentos totais no biênio da ordem de R$ 15 milhões. O programa conta com parceria do Ministério da Cultura.

“A gente quer dar oportunidade a outros públicos de assistir espetáculos de qualidade, que já tenham tido notório resultado de público e crítica. A ideia é levar para novas plateias. É formação de plateias, principalmente nas cidades fora do eixo Rio de Janeiro-São Paulo”, disse a gerente de patrocínio da BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras, Alena Aló.

Nesta terceira edição, foi introduzida uma novidade, que é a cota de 5%. “A gente quer, na verdade, garantir que espetáculos de todas as regiões possam receber patrocínio de forma democrática, sem privilegiar nenhuma”. A cota de 5% significa que se tiver 20 espetáculos de cada região, pelo menos um terá que ser agraciado.

Alena Aló explicou que a estatal pretende, com isso, fomentar a circulação de espetáculos de todas as regiões, além da Sudeste. “O Brasil quer conhecer também a cultura dessas regiões. Tradicionalmente, o pessoal não se inscreve, acha que não tem chance. Mas, muito pelo contrário, a gente quer que eles se inscrevam para a gente poder conhecer as opções e escolher. Por isso, estabelecemos a cota de 5%, para que estimule e garanta lugar para todo mundo”.

A circulação dos espetáculos, segundo explicou, é dificultada pelo custo elevado que representa para uma companhia teatral sair da cidade-sede e visitar outras praças. “A ideia é fazer uma oxigenação, um intercâmbio cultural, trazer espetáculos fora do eixo para Rio e São Paulo e levar espetáculos daqui para o Brasil afora”, explicou.

O primeiro edital foi lançado em 2009. As duas primeiras edições totalizaram 90 espetáculos circulando pelo Brasil. “Foram cerca de 85 municípios agraciados e um público superior a 300 mil pessoas”.

Para a edição de 2013, a expectativa é continuar levando grandes espetáculos para cidades longínquas, disse Alena. “A gente teve um resultado muito interessante na última edição. Levamos teatro para a Região Norte, para cidades que nunca tinham recebido teatro antes”. Itacoatiara, no Pará, foi uma dessas cidades, informou. “As pessoas nunca tinham assistido a um espetáculo teatral”.

Não há uma quantidade de municípios previamente definida para os espetáculos. Alena Aló esclareceu que o programa pretende, pelo menos, repetir o quantitativo de cidades por edição, que é cerca de 70 a 80 municípios. “Mas isso vai depender de como os proponentes se inscreverem para o edital. A gente não estabelece para que cidade vai [o espetáculo]. A gente recebe as propostas, analisa e viabiliza, dentro do nosso orçamento, o maior número de espetáculos para o maior número de cidades possível”.

Por edição, são recebidas, em média, 350 inscrições. Na primeira, foram contemplados 43 espetáculos e, na segunda, 47. As companhias teatrais interessadas devem se inscrever exclusivamente na página de internet www.br.com.br/cultura.

Os resultados do terceiro edital do programa deverão ser divulgados no final de junho ou início de julho de 2013. Após a fase de contratação e marcação de pauta dos espetáculos, a ideia é que eles comecem a circular a partir de agosto. As peças teatrais terão 18 meses, ou seja, até dezembro de 2014, para cumprirem o projeto para o qual foram contemplados. O número de cidades propostas por espetáculo pode variar entre uma e 20, informou a gerente da BR Distribuidora.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS