Fotógrafos e escritores recuperam história da rede ferroviária de Minas

Livro que será lançado, hoje, encerra trilogia sobre o tema

15/12/2012 07:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Carlos Herculano Lopes

Cao Guimarães/Divulgação
Cena cada vez menos comum em Minas, os trens de passageiros parecem viajar no tempo (foto: Cao Guimarães/Divulgação )
Para fechar a trilogia que se iniciou com a publicação de livros de fotos e textos referentes às estradas de ferro do Rio de Janeiro e de São Paulo, chegou a vez de Minas Gerais, estado onde a malha ferroviária, hoje praticamente abandonada, foi uma das mais importantes do país. Organizado pelas artistas visuais cariocas Claudia Tavares e Monica Mansur, o livro Vaievem – Um passeio visual pela rede ferroviária do estado de Minas Gerais, será lançado hoje, na Livraria Scriptum.

As organizadoras, que colocaram o pé nas estradas de Minas para realizar o trabalho, convidaram para participar da empreitada os fotógrafos Cao Guimarães, Francilins, Grupo Poro (Brígida Campbell e Marcelo Terça-Nada), João Castilho, Pedro Mota e Rosângela Rennó. Já os textos ficaram por conta dos escritores Alícia Duarte, Marcos Dezuza, Maria Esther Maciel e Ana Martins. Para completar, Claudia Tavares e Monica Mansur também participaram com imagens que ajudaram a completar o projeto.

No decorrer do trabalho, cada artista pegou seu rumo. O fotógrafo João Castilho seguiu para o Norte do estado, em busca da estrada que inspirou a canção Ponta de areia, de Milton Nascimento. Em seu registro, utilizou uma antiga câmera, que produziu imagens tão desgastadas quanto a própria estrada de ferro.

Grupo Poro/Divulgação
O Grupo Poro desvenda, na corrosão do metal, a matéria de que são feitos os trens (foto: Grupo Poro/Divulgação )
Cao Guimarães, que optou por São João del-Rei, seguiu em um dos poucos trens de passageiros em operação no estado. O Grupo Poro, por sua vez, mostrou de que matéria os trens são feitos, enquanto Pedro Motta revelou túneis, viadutos e lugares por onde eles passam. Já Claudia Tavares percorreu trechos da Estrada Real, de onde, na época da colônia, as riquezas de Minas eram transportadas até os portos do Rio de Janeiro e de lá para a Europa.

Os escritores convidados, cada um com seu olhar, ajudaram a completar o volume, cuja leitura atenciosa, ampliada pela beleza das imagens, propicia uma viagem pelas entranhas de Minas.

Vaievem – um passeio visual pela rede ferroviária do estado de Minas Gerais
Lançamento do livro organizado por Claudia Tavares e Monica Mansur (Editora Binóculo, R$ 80)
Hoje, a partir das 12h
Local: Livraria Scriptum
Endereço: Rua Fernandes Tourinho, 99, Savassi
Informações: (31) 3223-1789

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS