Pessoas comuns ilustram exposição fotográfica em cartaz nas ruas de Belo Horizonte

Até o dia 25 de dezembro, imensas fotos de pessoas enviando mensagens para parentes, amigos e para a própria cidade vão ficar expostas em totens instalados em pontos de ônibus no Centro e no Bairro Funcionários

por Walter Sebastião 10/12/2012 08:47

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Fora das Bordas/divulgação
Gente comum abre o coração nos pontos de ônibus do Centro e do Bairro Funcionários (foto: Fora das Bordas/divulgação)
 

O pai divorciado pede à filha que não se esqueça dele. Submetida a tratamento contra o câncer, a mulher tirou lenço e óculos, que escondem as marcas da doença e da quimioterapia, para mandar recado a pacientes como ela. O jovem ciclista recomenda mais educação no trânsito. A senhora que bateu no marido ao descobrir que estava sendo traída por ele pede desculpas. E o chama para voltar para casa.

 

Veja algumas das imagens que compõem a exposição

 

As imagens fazem parte da mostra BH elegante, trabalho do coletivo Fora das Bordas, que reúne os fotógrafos Antônio Fragoso, Flávio Valle, Júnia Mortimer e Priscila Musa. A proposta do grupo é retratar o cidadão urbano. O grupo montou estúdio fotográfico em vários pontos do Centro de BH, pediu às pessoas que contassem a própria história e solicitou que elas enviassem mensagem para alguém. Das 300 pessoas ouvidas, 240 autorizaram a exibição de suas fotos. Desse material, que deve se tornar livro, vieram as 15 imagens expostas nas ruas de Belo Horizonte.   PERFIL

O resultado da empreitada, conta Flávio Valle, de 30 anos, é multifacetado. Por isso, não se pôde manter a proposta inicial: traçar um perfil do homem urbano. “A cidade é plural, reúne pessoas muito variadas. Tem índio, madame, fumante de crack e trabalhador”, enumera o fotógrafo, citando a galeria de personagens encontrada em apenas um ponto do Centro de BH. “O que percebemos foi a importância, para as pessoas, de se verem representadas”, explica. Em 2011, o coletivo Fora das Bordas fez outro trabalho nas ruas de BH. Fotos de pessoas gritando ficaram expostas do Parque Municipal à Praça Sete. “Faltava dar voz às pessoas, o que estamos fazendo agora”, diz Flávio. O coletivo é formado por arquitetos, comunicadores sociais, designers, geógrafos e psicólogos, entre outros profissionais interessados em investigar a relação da imagem fotográfica com o ambiente urbano. Identidade, deslocamentos, fotos de rua e a educação do olhar são temas que interessam ao grupo. O próximo projeto do Fora das Bordas será uma exposição na Biblioteca Pública Luiz de Bessa, na Praça da Liberdade.

 

A FONTE DE INSPIRAÇÃO O nome da exposição do coletivo Fora das Bordas, BH elegante, remete a um antigo hábito, muito comum em festas juninas: o correio elegante. Recados eram entregues às pessoas em bilhetinhos – até em forma de coração –, trazendo manifestações de admiração, amor e até convite para um encontro. 

 

BH ELEGANTE Fotografias do Coletivo Fora das Bordas. Até dia 25.

 

Centro » Avenida Afonso Pena, nºs 367, 540, 749, 1.537 e 1.901. Rua da Bahia, 126. Avenida dos Andradas, nºs 310 e 640. Avenida Amazonas, nºs 478, 527, 655, 713 e 860. Avenida Paraná, 336. Rua São Paulo, 642. Rua Santa Catarina, 201. Rua Tupinambás, 214. Rua Carijós, 150. Rua Tamoios, 212. Rua Curitiba, 1.264. Avenida Augusto de Lima, nºs 138 e 590. Avenida Álvares Cabral, 594. Rua Guajajaras, 176. Rua Pernambuco, 286. Funcionários » Avenida João Pinheiro, 607. Rua da Bahia, 1.870. Praça da Liberdade. Avenida Brasil, 2.023. Avenida Cristóvão Colombo, 650.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS