Em setembro do ano que vem, Corteo, espetáculo do Cirque du Soleil, faz temporada pelo Brasil

Produção estreou há sete anos no Canadá

por Helvécio Carlos 23/11/2012 09:47

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Cirque du Soleil/Divulgação
(foto: Cirque du Soleil/Divulgação)
 

O circo está de volta. Em setembro do ano que vem, Corteo, espetáculo do Cirque du Soleil que estreou há sete anos no Canadá, faz temporada pelo Brasil. Belo Horizonte está no roteiro da turnê, que começa em março em São Paulo, e segue para Brasília, Curitiba, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Ainda não foi escolhido o local onde o Cirque se instalará na capital mineira. Mas os valores dos ingressos já estão definidos: o mais caro, no espaço Tapis Rouge, custará R$ 630 – sem direito a meia-entrada. Os mais baratos estão no setor 3: R$ 190 (inteira) e R$ 95 (meia). Os preços estão bem mais em conta se comparados às temporadas anteriores. “Os reajustes vêm sendo feitos desde a temporada de Varekai (que passou por BH ano passado). Na nova turnê, 45% dos ingressos valem para os setores 2 e 3, mais em conta. Ontem pela manhã, em São Paulo, patrocinadores, produtores e o diretor e criador de Corteo, o italiano Daniele Finzi Pasca, conversaram com os jornalistas. “O espetáculo se inspira no sonho, em que as coisas se sobrepõem”, resumiu o autor. Ele promete ao público surpresas e emoções. Trechos de um samba composto pelos músicos da companhia marcam uma das cenas. “O melhor ritmo para expressar toda aquela emoção é a música de vocês”, elogiou o italiano.

Cinco brasileiros integram a equipe de Corteo. A paulista Camila Comin, de 29 anos, faz o papel principal. Há cinco anos, a atleta trocou a Seleção Brasileira de ginástica pelo picadeiro. Ela ajudou os colegas a se jogarem no samba. “Tenho certeza de que o calor dos brasileiros vai deixar o espetáculo ainda mais mágico”, disse. Informações detalhadas sobre a venda de ingressos serão divulgadas a partir de 3 de dezembro. Produtores brasileiros esperam atingir a marca de 1 milhão de espectadores. O repórter viajou a convite da produtora T4F.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS