Espetáculo Cerimônia entra em cartaz no Teatro da Biblioteca Pública Luiz de Bessa

Peça fica em cartaz apenas dois dias e volta em janeiro

por Ana Clara Brant 21/11/2012 11:10

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Rogério Costa/Divulgação
(foto: Rogério Costa/Divulgação )
 

Em cartaz hoje e amanhã, às 20h, no Teatro José Aparecido de Oliveira, na Biblioteca Pública Luiz de Bessa, na Praça da Liberdade, a peça Cerimônia, dirigida por Fernando Penido, promete surpreender o público. Texto inédito no Brasil do dramaturgo italiano Marcello Fois, com tradução do mineiro Guilermo Pivari, o espetáculo é um drama psicológico envolvendo figuras de uma mesma família: a senhora A, a mãe da Jovem B e a noiva do Jovem C. Os personagens sem nome, interpretados pelos atores Helena Soares, Cristian Amaral e Danielle Fortunato, mantêm uma relação de amor e ódio e são carnífices e vítimas do próprio destino.

 

“Em 35 anos de carreira, já dirigi teatro infantil e adulto, mas queria algo diferente nessa altura da minha carreira”, explica Fernando Penido. “Estava atrás de um texto que tivesse uma dramaturgia que trabalhasse mais próximo da emoção. O Guilermo é meu amigo e quando me mandou o Cerimônia parece que ele veio sob encomenda pra mim.”

 

O diretor ressalta que o texto de Marcello Fois, escrito em 2000, é extremamente inteligente e, por coincidência, também está sendo encenado em Roma. Para Penido, a montagem é bastante atemporal e o mais curioso são as surpresas que vão se desenhando no decorrer da trama. “A plateia acha que vai ver uma coisa, mas na verdade vai ver outra completamente diferente.”

 

“A peça fala de conflitos, o que não é nenhuma novidade”, continua Penido. “Mas a maneira como esse conflito é costurado é que é o inusitado. É um suspense, um jogo de sentimentos, e por isso o espectador tem que ficar atento a todos os detalhes para não perder o fio da meada”, observa o diretor, que também é responsável pela cenografia da montagem, com iluminação de Wladimir Medeiros e figurinos de Rodrigo Fraga. Ainda de acordo com Penido, a montagem retorna aos palcos em janeiro, na Campanha de Popularização do Teatro e da Dança.

 

Cerimônia Quarta e quinta-feira, às 20h, no Teatro José Aparecido de Oliveira, na Biblioteca Pública Luiz de Bessa (Praça da Liberdade, 21, Funcionários). Ingressos a R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada) e a R$ 12 nos postos de venda do Sinparc. Informações: (31) 3337-9693. 



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS