Araxá recebe grandes autores nacionais em 1º Festival Literário

Evento homenageará Ziraldo por seus 80 anos

por Carlos Herculano Lopes 08/11/2012 10:35

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Carlos Vieira/CB/D.A Press
O amazonense Milton Hatoum vai participar de festival literário em Minas (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)
Na boa onda das feiras literárias que têm pipocado por todo o Brasil, começa na próxima sexta-feira, 9, o 1º Festival Literário de Araxá, no Triângulo Mineiro. Até sábado, o evento levará à cidade conhecidos nomes da literatura brasileira, como Zuenir Ventura, Luis Fernando Verissimo, Milton Hatoum, Léo Cunha, MV Bill e Fabrício Carpinejar, além do angolano José Eduardo Agualusa. A curadoria é do produtor Afonso Borges.

O grande homenageado será o escritor e cartunista Ziraldo, que recentemente completou 80 anos. Sábado, às 11h30, ele conversa com o público sobre sua vitoriosa trajetória. Nascido em Caratinga, no Vale do Aço, ele diz que participar de um evento como o de Araxá o deixa muito feliz, pois cada festival literário que surge é sinal de que outra cidade tomou consciência da importância de formar leitores.

“O brasileiro está chegando à faculdade analfabeto. Aprende para passar em testes e não para se tornar um ser humano melhor. Enquanto houver essa deformação, temos que prestigiar todas as iniciativas dessa ordem. Por isso, quando me convidam para encontros como o de Araxá, sempre topo. Assim, posso ‘buzinar’ na cabeça das pessoas: vamos transformar o Brasil em um país de leitores”, diz o autor de O menino maluquinho.

Estímulo
Outro que estará em Minas – e participa de mesa-redonda com o gaúcho Luis Fernando Verissimo – é o escritor amazonense Milton Hatoum. Autor de vários livros, como Relato de um certo Oriente e Dois irmãos, ele diz que eventos assim instigam o escritor. “Você acaba sendo estimulado a responder a perguntas que habitualmente não são feitas e que você mesmo não se faz”, diz Hatoum.

Vivendo há anos em São Paulo, o romancista diz que tem muitos leitores em Minas. “O amazonense é conhecido como o mineiro do Norte. Tenho grande apreço por Minas, muitos dos grandes escritores, os que mais admiro, são mineiros. Sou um roseano radical”, diz ele.

Quem também estará na cidade é o poeta e cronista gaúcho Fabrício Carpinejar, que fará suas performances poéticas. Autor de vários livros, para ele é muito importante a alquimia entre cidades menores, como Araxá, e a cena literária. Isso funciona como uma espécie de renovação do diálogo do autor com público, cultura e hábitos diferentes do seu.

“Nessas ocasiões, a plateia tem a possibilidade de modificar o escritor, de transformar o palco em sua cabeceira. Todas as perguntas que o leitor faria ao livro podem ser respondidas diretamente pelo autor”, comenta.

Programação

Quinta-feira, 8 de novembro

14h – Abertura oficial,
com Coral Madrigal Sol de Araxá
15h30 – Estação literária.
Com Paula Pimenta
17h30 – Estação Literária.
Com MV Bill
20h – Estação Literária. Com Zuenir Ventura e Fernanda Takai

Sexta-feira, 9
14h30 – Estação Literária.
Com Rúbia Mesquita
17h – Estação Literária.
Com Zuenir Ventura
20h – Estação Literária.
Com Luis Fernando Verissimo
e Milton Hatoum


Sábado, 10

11h30 – Estação Literária.
Com Ziraldo
14h30 – Oficina de capacitação com Léo Cunha
16h – Estação Literária.
Com Fabrício Carpinejar
17h – Performance de
Fabrício Carpinejar
18h – Exibição de entrevista de José Saramago gravada em Belo Horizonte, em 1999
19h – Estação Literária. Com José Eduardo Agualuza e Léo Cunha
21h – Vagner Fernandes fala sobre biografia

Local: Fundação Calmon Barreto, Praça Artur Bernardes, 10, Centro, Araxá. Informações: (34) 3661-5630.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS