Cantor, compositor e escritor Tavinho Moura lança livro sobre pássaros

Obra relata 150 espécies de pássaros fotografados pelo autor, na região da Lagoa da Pampulha

por Agência Minas 26/10/2012 14:32

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Jair Amaral/EM
Compositor lança livro com 77 poemas autorais sobre pássaros (foto: Jair Amaral/EM)
Admirador e profundo conhecedor de pássaros, Tavinho Moura revela dentre as suas facetas musicais, o talento para a fotografia. Parceiro de ícones da MPB como Fernando Brant, Márcio Borges, Murilo Antunes, Milton Nascimento, Beto Guedes e Ronaldo Bastos, o músico apresentará o resultado deste projeto inédito em sua carreira, por meio do lançamento da sua segunda publicação, Pássaros poemas – aves na Pampulha, no dia 31 de outubro, de 19h às 22h, na galeria de arte do BDMG Cultural. O livro relata 150 espécies de pássaros fotografados pelo autor, na região da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte, e traz poemas autorais referentes a essa paisagem mineira, cartão de visita da capital. A ideia de identificar estas espécies surgiu há cinco anos, quando Tavinho Moura, durante uma caminhada, contabilizou 40 espécies de aves que habitam ou visitam a região. Ao ver a cena de um gavião caçando uma pomba, o autor se inspirou e se sentiu motivado a escrever um poema, o pioneiro de uma série. Em seguida, vieram as primeiras fotos, tiradas com uma máquina emprestada. “Na região da Pampulha cheguei a contabilizar quase 200 espécies. Esperei dois anos para fotografar um único passarinho. A Gaivota Trinta Réis é, provavelmente, o primeiro registro da espécie em Belo Horizonte e região”, afirma o entusiasmado autor. Ao todo, o livro apresenta 77 poemas autorais sobre pássaros, todos entremeados por belas fotografias. Alguns textos são assinados por letristas e poetas, como Manoel de Barros, Tom Jobim, Fernando Brant, Murilo Antunes, Márcio Borges, Chico Amaral e Renato Teixeira. A obra também é valorizada por ilustrações em aquarela de Sandra Bianchi e pelo arrojado projeto gráfico de Mariana Hardy. De acordo com Tavinho Moura, a publicação pode servir como um guia de identificação para quem frequenta a lagoa e pretende mudar o conceito que compara a Pampulha a um depósito de lixo. “A Lagoa da Pampulha é o nosso patrimônio, nosso símbolo maior. Belo Horizonte não é só asfalto urbano, prédios e carros. Agregada à sua beleza, existem sua fauna e flora, ricas e diversificadas, que devem ser reconhecidas, preservadas e tratadas com dignidade”, propõe o músico e escritor. O renomado fotógrafo Miguel Aun aprova a iniciativa do compositor e elogia a sua atuação no manuseio das câmeras fotográficas. “Tavinho Moura possui a paciência do pescador, a perseverança de um tocador de viola, o ouvido treinado e o romantismo dos poetas, todos os elementos necessários para executar a difícil tarefa de observar e fotografar os pássaros na natureza”, elogia o profissional. O livro “pássaros poemas – aves na pampulha” foi viabilizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, com produção executiva da Via Social Projetos Culturais e Sociais. Esta é a segunda publicação do músico e escritor que, além de compor e realizar trabalhos como a gravação do CD com a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, interpretando 16 obras de sua autoria, com arranjos e regência de Wagner Tiso, também fotografa as belezas mineiras. Os exemplares estarão à venda no dia do lançamento à R$70. Serviço: Lançamento do livro Pássaros Poemas – Aves na Pampulha – Tavinho Moura Dia 31 de outubro, de 19h às 22h Galeria de arte do BDMG Cultural (Rua Bernardo Guimarães 1600, Lourdes – Belo Horizonte / MG) Mais informações pelo telefone (31) 3219-8691 ou no site www.bdmgcultural.mg.gov.br.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS