Chinês ganha Prêmio Nobel de Literatura 2012

Nome foi divulgado nesta quinta-feira pela Academia Sueca

por Agência Brasil AFP 11/10/2012 09:21

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
AFP PHOTO / JOHN MACDOUGALL
(foto: AFP PHOTO / JOHN MACDOUGALL)
O escritor chinês Mo Yan, 57 anos, é o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura 2012. O nome dele foi divulgado nesta quinta-feira pela Academia Sueca. Nas suas obras, Yan costuma descrever o cotidiano de comunidades rurais na China, envolvendo histórias de amor e sensibilidade. Para especialistas em literatura, as obras de Yan têm forte conteúdo crítico sobre circunstâncias sociais, mas alia essa característica ao realismo mágico de Gabriel García Márquez. Nos seus textos, o chinês se dedica a detalhar imagens, cores e micro-histórias. Ele costuma falar da sua região, o Nordeste da China, e do interior do país. Segundo pessoas próximas ao escritor, ele gosta de escrever, originalmente, em chinês tradicional, usando apenas papel e pincel. Costuma ser ágil na sua produção literária e gosta de contar a origem do seu pseudônimo. Em chinês, Mo Yan significa não falar. O escritor destaca que optou pelo nome porque costuma ser franco e direto nas suas colocações. O nome de batismo dele é Guan Moye. No ano passado, o Prêmio Nobel de Literatura foi concedido ao sueco Tomas Tranströmer. Vencedores do Nobel de Literatura nos últimos 15 anos: 2012: Mo Yan (China) 2011: Tomas Tranströmer (Suécia) 2010: Mario Vargas Llosa (Peru) 2009: Herta Mueller (Alemanha) 2008: Jean-Marie Gustave Le Clezio (França) 2007: Doris Lessing (Grã-Bretanha) 2006: Orhan Pamuk (Turquia) 2005: Harold Pinter (Grã-Bretanha) 2004: Elfriede Jelinek (Áustria) 2003: J.M. Coetzee (África do Sul) 2002: Imre Kertesz (Hungria) 2001: V.S. Naipaul (Grã-Bretanha) 2000: Gao Xingjian (França, origem chinesa) 1999: Gunter Grass (Alemanha) 1998: José Saramago (Portugal).  

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS