Estreia 'Love film festival', o 'Boyhood' brasileiro

Filme de Manuela Dias foi rodado durante seis anos. Personagens de Leandra Leal e do colombiano Manolo Cardona vivem um relacionamento em festivais de cinema

por Mariana Peixoto 27/07/2017 09:22

ArtHouse/Divulgação
Os personagens no início da história, em 2009 em Portugal (foto: ArtHouse/Divulgação)
Não chega a ser um Boyhood – Da infância à juventude (2014), longa-metragem de Richard Linklater filmado durante 12 anos. Mas Love film festival, que estreia hoje no Cine Belas Artes, também foi rodado em um longo período.

Foram exatos seis anos (2009 a 2014) de captação de imagens para contar a história de amor entre Luzia (Leandra Leal) e Adrián (o colombiano Manolo Cardona). E assim como o filme de Linklater, na produção brasileira a questão temporal era essencial para o desenrolar da história.

Projeto com direção-geral de Manuela Dias (nome em alta na Globo, ela é a autora das séries Ligações perigosas e Justiça, e roteirista de Deserto feliz e O céu sobre os ombros), foi rodado em quatro países, em quatro diferentes anos e com quatro diretores: Vinícius Coimbra, Bruno Safadi, Juancho Cardona e a própria Manuela.

A história é ficcional, mas o cenário em que os personagens circulam é real. Luzia e Adrián são personagens de cinema. Ela é roteirista, ele é dramaturgo. Os dois se conhecem em 2009, durante o Festival de Cinema Luso-Brasileiro de Santa Maria da Feira, em Portugal.

A partir desse encontro, quando o relacionamento tem início, as histórias dos dois voltam a se cruzar em festivais de cinema do Rio de Janeiro, Cartagena, na Colômbia, e Chicago, nos EUA. As filmagens foram realizadas durante os próprios festivais, tendo diretores, atores e técnicos, que participavam daqueles eventos, fazendo uma ponta como eles próprios,  como o cineasta Kleber Mendonça Filho e a atriz Helena Ignez.

“Quando tive a ideia deste filme, queria ter essa experiência não só como roteirista. Como não sou diretora, convidei diretores para me ajudarem a fazer o filme que queria. De certa forma, pulverizei a direção para que o filme fosse meu. Aprendi com meus parceiros e, no quarto encontro (a parte final, rodada em 2014, em Chicago), fiz a direção sozinha”, comenta Manuela. Uma sequência já está nos planos da diretora, que pretende assumir Love film festival 2 sozinha.

Pela maneira como foi rodado, sempre buscando um registro documental, Love film festival teve uma equipe reduzida. Nas três viagens, mais o Rio, onde a equipe está baseada, foram sempre sete pessoas, incluindo o casal de atores. “Muitas das locações foram descobertas na hora”, conta Leandra Leal, acrescentando: “E todos os festivais por onde passamos foram bem parceiros, disponibilizando estrutura para a gente. Como o pessoal todo faz cinema, era muito fácil filmar. As pessoas (que fizeram figuração) sabiam como se portar, para onde deviam ou não olhar”.

Leandra só não participou da terceira sequência do longa, rodada em Cartagena. Na época em que essa parte foi filmada, em 2012, a atriz estava às voltas com as gravações da novela Cheias de charme. “Na última hora, ela não pôde viajar e eu tive que reescrever o roteiro em cinco dias”, conta Manuela. A personagem da atriz Nanda Costa, que originalmente não existia, foi criada para suprir a ausência de Leandra. Ela interpretou Camila, a protagonista do primeiro filme dirigido por Luzia.

Love film festival
é muito pautado pelo real. Ângela Leal, mãe de Leandra, faz uma pequena participação como a mãe de Luzia. “É um filme de ficção que tem sua fricção com a vida real. Eu, por exemplo, tive um relacionamento de dois anos e meio a distância”, comenta Manuela, que acredita que o tempo é a outra ponta do triângulo amoroso. “O amor a distância é um pouco a alegoria de um outro amor.”

Para o ator Manolo Cardona, conhecido como Eduardo Sandoval, o chefe da segurança do presidente da Colômbia, Cesar Gaviria, na série Narcos, Love film festival foi um “experimento de cinema”. “Houve muita improvisação e também muita verdade. Eu, por exemplo, conheci a Leandra no mesmo dia em que filmamos o primeiro encontro do meu personagem com o dela.”

As filmagens terminaram em 2014. Love film festival teve première no Festival do Rio, em 2015. O longa está chegando aos cinemas somente agora, porque a equipe levou um ano e meio para conseguir liberação de canções do filme. Entre elas estão I’m your man (Leonard Cohen), On and on (Wilco), Here comes your man (Meaghan Smith) e My baby just cares for me (Nina Simone). A espera valeu a pena.

 

Veja trailer de Love film festival

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA