Cine Brasil abre mostra com grandes filmes dos anos 1990

Jovens Clássicos do Cinema exibe 11 produções como 'Trainspotting', 'O silêncio dos inocentes', 'Jackie Brown' e 'Matrix'. Programação, com preços populares, inclui debates e curso

por Mariana Peixoto 20/06/2017 08:58

Miramax/Divulgação
Pam Grier em cena de 'Jackie Brown' (foto: Miramax/Divulgação)
Até os anos 1950, Alfredo Hitchcock (1899-1980) era visto como um mestre do suspense. Sua obra, no entanto, ainda não havia atingido o status de arte. “Foi a crítica francesa que o elegeu como um autor. Ou seja, ele não era brilhante até alguém (no caso os jovens críticos da revista Cahiers du cinéma) dizer”, afirma o professor e curador de cinema Rafael Ciccarini.


A mostra Jovens Clássicos do Cinema, que tem início nesta terça (20) no Cine Theatro Brasil Vallourec, reúne 11 longas-metragens. Todos foram produzidos nos anos 1990. “Um clássico é o resultado de discursos e de apostas que foram feitas por ele. E um curador poderá apontar que um filme é brilhante. (Na seleção) há gestos de provocação e de intenção”, acrescenta Ciccarini, que fez a curadoria da mostra.

Serão exibidos, até o dia 30, filmes como Cassino (1995), de Martin Scorsese; Clube da luta (1999), de David Fincher; Edward Mãos de Tesoura (1990), de Tim Burton; O silêncio dos inocentes (1991), de Jonathan Demme; e Matrix (1999), de Lilly e Lana Wachowski.

“Todos os filmes têm um certo desencanto, pessimismo. O silêncio dos inocentes, que foi a atualização do modelo do thriller, mostra a inteligência atrelada à crueldade. Matrix projeta um futuro muito negativo, enquanto Edward Mãos de Tesoura traz uma figura muito triste. Mesmo com este desencanto, os filmes são todos muito sedutores”, comenta Ciccarini.

Valor Alguns longas da seleção podem ser considerados clássicos acima de qualquer discussão. Trainspotting (1996), de Danny Boyle, filme sobre a geração perdida da época, é um destes exemplos. Outros filmes da seleção fazem parte das “provocações” de que fala Ciccarini. Em vez de escolher Pulp fiction – Tempo de violência (1994), talvez o filme mais importante da década de 1990, o curador preferiu escolher outra produção de Quentin Tarantino, Jackie Brown (1997). “Ninguém vai duvidar que Pulp fiction é um jovem clássico. Mas a minha aposta é que Jackie Brown vai se estabelecer, a longo prazo, como uma pérola de Tarantino. O filme traz mais valor cinematográfico e com o tempo, ele vai sobreviver.”

Os filmes serão exibidos mais de uma vez. Uma das sessões de cada será seguida de debate. Além disto, haverá na semana que vem um curso com o crítico Pablo Villaça, que vai falar sobre os longas da programação. Esta é a segunda mostra do Cine Brasil. A primeira, no ano passado, foi centrada na produção oitentista. As sessões são no teatro de câmara, que tem 200 lugares. “Havia uma desafio técnico de montar uma sala de cinema profissional, que coexiste com o teatro. Hoje, em cinco ou seis horas o teatro vira uma sala de exibição”, comenta Ciccarini.

O desafio é também voltar a levar o público para assistir filmes, a função original do Cine Brasil. “Enquanto cinema, o Cine Brasil (a sala com quase 2 mil lugares funcionou entre 1932 e 1999) era popular, com lançamentos hollywoodianos. Então, estamos fazendo mostras com filmes populares, mas que têm uma importância na cinefilia. A ideia é conciliar o legado do espaço com a formação de público”, comenta o curador.

As sessões começam nesta quarta (21). Hoje, na abertura, as bandas Foxtrot e Broken Cups vão executar músicas das trilhas dos filmes da programação. A trilha será acompanhada com vídeo com trechos dos longas.

 

Filmes desta semana

Quarta (21)
16h – Fargo
18h – Trainspotting*
20h30 – Cassino

Quinta (22)
16h – Edward Mãos de Tesoura
18h – Matrix*
21h – Os suspeitos

Sexta (23)
16h – Clube da luta
19h – Os suspeitos*
21h30 – De olhos
bem fechados

Sábado (24)
15h – O silêncio dos inocentes*
18h – Jackie Brown*
21h30 – Fargo

* Sessões comentadas

MOSTRA JOVENS CLÁSSICOS DO CINEMA
De 20 a 30 de junho, no Cine Theatro Brasil Vallourec (Praça Sete, Centro, (31) 3201-5211). Hoje, às 20h, abertura da mostra com show das bandas Broken Cups e Foxtrot. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia). Ingressos para a mostra: R$ 10 e R$ 5 (meia). Passaporte para 11 ingressos (1 para cada filme): R$ 50. De 26 a 28, das 14h às 16h45, haverá o curso Jovens clássicos do cinema, com Pablo Villaça. Inscrições: R$ 10.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA