Ator John Hurt, de 'O Homem Elefante' e da série 'Harry Potter', morre aos 77 anos

Artista lutava contra um câncer de pâncreas desde junho de 2015

por AFP 28/01/2017 07:42

REUTERS/Stefan Wermuth
Com o "Expresso da Meia-Noite" foi indicado ao Oscar de ator coadjuvante (foto: REUTERS/Stefan Wermuth )

O ator britânico John Hurt morreu, aos 77 anos, após uma longa luta contra um câncer de pâncreas, informou a imprensa britânica na madrugada deste sábado.


Revelado em 1978 por seu papel em "O Expresso da Meia-Noite", Hurt era conhecido por suas atuações em "O Homem Elefante" e "Harry Potter e a Pedra Filosofal", entre outros sucessos.


Relembre a participação do ator na série 'Harry Potter'


Indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por "O Expresso da Meia-Noite" e de Melhor Ator por "O Homem Elefante", Hurt revelou que sofria de câncer de pâncreas em junho de 2015, mas ainda assim continuou atuando.

Nascido em 22 de janeiro de 1940 na inglesa Chesterfield, Hurt abandonou a carreira de professor de artes para estudar na Royal Academy of Dramatic Art, em Londres.


Após uma série de pequenos papéis na TV, Hurt estreou nos palcos britânicos em 1962, com Infanticide in the House of Fred Ginger, e logo em seguida atuou em seu primeiro longa, "Um Grito de Revolta".


Em 1966 fez o barão Richard Rich no clássico "O Homem Que Não Vendeu Sua Alma", de Fred Zinnemann, o que lhe abriu as portas de Hollywood.


Com o "Expresso da Meia-Noite" foi indicado ao Oscar de ator coadjuvante do filme de Alan Parker sobre um americano detido em uma prisão turca.


Após ter seu peito explodido por uma criatura extraterrestre em "Alien, o Oitavo Passageiro", Hurt foi indicado ao Oscar de melhor ator por "O Homem-Elefante", no papel de John Merrick, nascido com uma severa deformação física e exibido em um circo no século 19.


Como o Sr. Ollivander, dono da loja de varinhas mágicas em "Harry Potter e a Pedra Filosofal", de 2001, Hurt teve sua primeira grande bilheteria, fenômeno que repetiu em "As Relíquias da Morte - Parte 1", de 2010, e na sequência da saga, em 2011.


Versátil e confiável, Hurt atuou ainda em "Hellboy", de 2004, "V de Vingança", 2005, "Indiana Jones - O Segredo da Caveira de Cristal", 2008, e em "O Expresso do Amanhã", 2013.


Mas foi como o War Doctor, na popular série britânica Doctor Who, entre 2013 e 2014, que conquistou definitivamente o grande público.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA