Pré-estreia de 'Quatro vidas de um cachorro' é cancelada após vídeo vazado

As imagens divulgadas mostram um adestrador aparentemente forçando um cachorro a entrar em tanque de água que simula correnteza

por Estado de Minas 20/01/2017 09:18
Universal Pictures/Reprodução
A estreia do filme não sofreu alterações e deve ocorrer no dia 27 de janeiro, nos Estados Unidos. (foto: Universal Pictures/Reprodução)
A Universal Pictures e a produtora Amblin Entertainment, responsáveis pelo filme Quatro vidas de um cachorro, anunciaram na noite da última quinta-feira, 19, que a pré-estreia do longa foi cancelada, após o vazamento de um vídeo do set, em que mostra um cachorro sendo forçado a entrar na água. 

Em nota, a Universal e a Amblin afirmaram que, por conta de um vídeo ''editado'', a distribuidora decidiu cancelar a première e também as entrevistas agendadas com a imprensa para divulgação do filme. Tudo isso aconteceria em Los Angeles, neste final de semana. 

''Não queremos que nada atrapalhe este filme que celebra o relacionamento entre homens e animais. Desde que essas imagens surgiram, a Amblin está em contato com o pessoal da segurança, treinadores e coordenadores de dublês para revisar o que ocorreu''. A estreia do filme continua marcada para o dia 27 de janeiro, nos Estados Unidos. 

Divulgadas pelo site de notícias TMZ, as imagens mostram um adestrador aparentemente forçando um pastor alemão a entrar em um tanque de água que simula a correnteza. O animal se mostra assustado e, depois de entrar na água, submerge completamente, assustando as pessoas da produção. De acordo com o site, o diretor do longa, Lasse Hallström, esteve presente em todos os momentos. 

Pelas redes sociais, ele negou a informação e se mostrou preocupado com os maus tratos. ''Estou chocado com o vídeo divulgado hoje do set do meu filme Quatro vidas de um cachorro. Eu não presenciei essas ações. Estávamos todos comprometidos em fornecer um ambiente de amor e segurança para todos os animais no filme. Já fui prometido que uma investigação sobre esta situação já está acontecendo e que qualquer maus tratos será reportado e punido. Sempre fui um amante dos animais e este é meu terceiro filme sobre cachorros. A segurança dos animais é prioridade máxima tanto para mim quanto para todos no set'', escreveu ele no Twitter. 

O filme conta com Dennis Quaid, Britt Robertson e Logan Miller no elenco. Josh Gad, ator que dá voz ao cachorro, disse estar abalado: ''Triste por qualquer animal colocado em situação contra a sua vontade''. Ao site da revista norte-americana Variety, a PETA, organização internacional em defesa dos animais, convocou um boicote ao filme. ''Estamos chamando os amantes de cães para boicotar o filme, a fim de enviar a mensagem de que os cães e outros animais devem ser tratados com humanidade, não como adereços de filme'', dizia a nota enviada. 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA