Atriz Carrie Fisher, a Princesa Leia de 'Star Wars', sofre infarto grave

O estado de saúde dela é considerado 'crítico'

24/12/2016 07:41

Divulgação
(foto: Divulgação)

A atriz de Hollywood Carrie Fisher sofreu um grave ataque cardíaco nesta sexta-feira durante um voo, de acordo com notícias divulgadas pela mídia americana especializada em celebridades que classificaram de "crítico" o seu estado de saúde.


O site TMZ relatou que a atriz de "Star Wars", de 60 anos, voava de Londres para Los Angeles quando sofreu um ataque cardíaco. Ela foi reanimada por um passageiro.


Fisher passou mal 15 minutos antes do pouso no aeroporto de Los Angeles, segundo fontes citadas na condição de anonimato pelo TMZ, e foi levada às pressas em uma ambulância para o hospital.


De acordo com o jornal Los Angeles Times seu estado é "crítico". O TMZ informou que os paramédicos em terra fizeram uma reanimação cardiopulmonar por 15 minutos, e que agora ela está conectada a um respirador.


"Às 12H11 (20H11 GMT), o departamento de bombeiros de Los Angeles respondeu [a um chamado de emergência] no portão 74 do aeroporto internacional LAX para atender a um paciente em parada cardíaca em um voo", disse à AFP o porta-voz dos bombeiros Erik Scott.


"Paramédicos se posicionaram perto e deram suporte de vida avançado imediatamento e tratamento agressivo para transportá-la a um hospital local", acrescentou, sem dar o nome da atriz.


A companhia aérea United Airlines, por onde a atriz voava, não vonfirmou que a identidade do passageiro socorrido, restringido-se a informar em comunicado que foi seguido um protocolo de emergência para um paciente "inconsciente".


Fisher, que viajava por seu oitavo livro "Princess Diarist", frequentemente fala e escreve frequentemente sobre seus anos de dependência de drogas e transtornos psicológicos.


Ela alcançou o estrelato mundial como a guerreira rebelde Princesa Leia na trilogia original "Star Wars", que tem sido um fenômeno cultural desde a estreia dos filmes de 1977 e 1983.


Seu personagem voltou às telas do cinema no ano passado, com o aguardado Episódio VII da saga, "O despertar da força". O Episódio VIII está em fase pós-produção, com estreia prevista para o final de 2017.


"Deixou de respirar"

A bordo do voo 935 estava a também atriz Anna Akana, que escreveu no Twitter.

"Não sei como processar isso, mas Carrie Fisher deixou de respirar no voo de volta para casa. Espero que esteja bem", disse em um tuíte. "Muito obrigada à tripulação da United, que entrou rapidamene em ação, e ao médico e à enfermeira maravilhosos que ajudaram. É estranho inclusive tuitar sobre isso porque acabei de terminar seu livro e estava como uma fã para conhecer seu cachorro Gary pessoalmente", completou.


Colegas de Fisher se pronunciaram pela rede social.

Mark Hamill, que interpreta Luke Skywalker na série, escreveu: "Como se 2016 não pudesse ficar pior. Envio todo o meu amor a @carrieffisher". Gwendoline Christie, a capitã Phasma no Episódio VII disse que enviava "a mais poderosa força do universo".

Suas autobiografias se caracterizam pela honestidade. Seu maior sucesso "Postcards from the Edge" virou filme em 1990.


Ao longo dos anos, deu várias entrevistas sobre seu trastorno de bipolaridade e vício em medicamentos e cocaína, que admitiu ter usado durante o filme de "The Empire Strikes Back" (1980).


Também falou sobre a terapia eletroconvulsiva, que consiste em pequenas descargas no cérebro para desencadear pequenas convulsões.


Vinculada a Hollywood desde muito nova, ela é filha do casamento entre a estrela de cinema Debbie Reynolds, conhecida por seu papel em "Cantando na chuva", e o cantor Eddie Fisher.


Mas a relação e o lar feliz em Beverly Hills acabaram quando Eddie Fisher deixou Reynolds por sua melhor amiga, a atriz Elizabeth Taylor.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA