Sônia Braga é eleita melhor atriz de 2016 pela Associação de Críticos de Cinema de San Diego

Grande campeão da premiação foi o filme 'A qualquer custo', de David Mackenzie, que conquistou seis categorias

por Estado de Minas 13/12/2016 11:33
Vitrine Filmes/Reprodução
Sonia Braga é eleita Melhor Atriz de 2016 em San Diego. (foto: Vitrine Filmes/Reprodução)

A Associação de Críticos de Cinema de San Diego, com sede na Califórnia, anunciou os vencedores do San Diego Film Critics Society Award 2016. A atriz brasileira Sônia Braga foi agraciada com o prêmio de Melhor Atriz por sua atuação no longa Aquarius, de Kleber Mendonça Filho, que também concorria a Melhor Filme Estrangeiro, mas perdeu para o chinês 'As montanhas se separam'. 

O filme A qualquer custo, do diretor David Mackenzie, foi o grande campeão e venceu em seis categorias, incluindo Melhor Direção e Melhor Filme. 
 
Já o celebrado musical La la land: Cantando estações, indicado a sete categorias no Globo de Ouro 2017, deixou a desejar e conquistou somente o segundo lugar nas categorias Melhor Atriz (Emma Stone) e Melhor Direção (Damien Chazelle). 

Outras produções que figuraram na lista de vencedores foram Manchester à beira-mar, Dois caras legais e Weiner, como Melhor Documentário. 

Abaixo, confira a lista completa de vencedores: 

MELHOR FILME:
A Qualquer Custo
2º lugar: La La Land: Cantando Estações

MELHOR DIREÇÃO:
David Mackenzie, por A Qualquer Custo
2º Lugar: Damien Chazelle, por La La Land: Cantando Estações

MELHOR ATOR:
Casey Affleck, por Manchester À Beira-Mar
2º Lugar: Viggo Mortensen, por Capitão Fantástico

MELHOR ATRIZ:
Sonia Braga, por Aquarius
2º Lugar: Emma Stone, por La La Land: Cantando Estações

MELHOR ATOR COADJUVANTE (empate):
Ben Foster, por A Qualquer Custo e Mahershala Ali, por Moonlight

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE:
Michelle Williams, por Manchester À Beira-Mar
2º Lugar: Judy Davis, por A Vingança Está na Moda

MELHOR ATUAÇÃO EM COMÉDIA:
Ryan Gosling, por Dois Caras Legais
2º Lugar: Alden Ehrenreich, por Ave, César!

MELHOR ELENCO:
A Qualquer Custo
2º Lugar: Estrelas Além do Tempo

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL:
A Qualquer Custo, escrito por Taylor Sheridan
2º Lugar: The Lobster, escrito por Efthimis Filippou e Yorgos Lanthimos

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO:
Amor & Amizade, escrito por Whit Stillman
2º Lugar: Hunt for the Wilderpeople, escrito por Taika Waititi

MELHOR DOCUMENTÁRIO:
Weiner
2º Lugar: Gleason

MELHOR FOTOGRAFIA:
A Qualquer Custo, por Giles Nuttgens
2º Lugar (empate): La La Land: Cantando Estações, por Linus Sandgren e Moonlight, por James Laxton

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO:
Ave, César!
2º Lugar: La La Land: Cantando Estações

MELHOR EDIÇÃO:
Sully: O Herói do Rio Hudson, por Blu Murray
2º Lugar: Animais Noturnos, por Joan Sobel

MELHOR FIGURINO:
La La Land: Cantando Estações, por Mary Zophres
2º Lugar: Jackie, por Madeline Fontaine

MELHORES EFEITOS VISUAIS:
Mogli – O Menino Lobo
2º Lugar: A Chegada

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO:
Kubo e as Cordas Mágicas
2º Lugar: Abril e o Mundo Extraordinário

MELHOR FILME ESTRANGEIRO:
As Montanhas Se Separam (China/França/Japão)
2º Lugar (empate): Ema (Mother) (Estônia) e Neruda (Chile/Argentina/França/Espanha/EUA)

MELHOR USO DE MÚSICA EM FILME:
Sing Street
2º Lugar (empate): Jackie e La La Land: Cantando Estações

ARTISTA REVELAÇÃO:
Lily Gladstone, por Certas Mulheres
2º Lugar: Lucas Hedges, por Manchester À Beira-Mar

BODY OF WORK:
Michael Shannon, por Animais Noturnos, Destino Especial, Loving e Elvis & Nixon


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA